19 de junho de 2021 Atualizado 10:09

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Editorial

Xingamentos e ataques

Por Redação

29 jan 2021 às 08:14

O ímpeto do presidente Jair Bolsonaro em se demonstrar totalmente inapto para o cargo que ocupa é impressionante. As demonstrações de desconhecimento, de ignorância, de raiva, de falta de empatia fazem com que seu nome comece a ser gravado como dos piores que foram escolhidos pelo povo para estar à frente da nação.

O comportamento do presidente diante do combate à pandemia, por exemplo, não merece qualquer nota. Ao mesmo tempo em que sempre negou a gravidade da crise, lavou as mãos com base em um falso impedimento pelo STF (Supremo Tribunal Federal) e se recusou a negociar vacinas para a população, Bolsonaro tenta vender ao brasileiro que o empenho de seu governo para evitar a proliferação do coronavírus foi à altura do desafio. A desonestidade e o cinismo talvez sejam suas principais características, portanto.

Para além da incompetência administrativa, sua irresponsabilidade é imensa ao ponto de ser considerada aceitável. Um novo episódio da irascibilidade do presidente tomou conta do noticiário entre esta quarta e quinta-feira.

Bolsonaro não gostou que a imprensa divulgou a informação de que o governo federal gastou R$ 15 milhões com latas de leite condensado em 2020, além de outros supérfluos. Sua reação foi a que o leitor pode imaginar: xingamentos e ataques. Em um evento em uma churrascaria, junto a cantores sertanejos, todos sem máscaras e aglomerados, o presidente declarou que o leite condensado era para “enfiar no rabo da imprensa”. No lugar de qualquer desaprovação, palmas de uma claque hipnotizada pelo que chamam de “mito”.

Nosso presidente não passa de um político de má qualidade, que se porta mais como um influencer para seus fãs do que um gestor dos desafios públicos da nação. Até quando há de se enxergar Bolsonaro como um representante digno de representar este País? Até quando o País o aguardará dar início à missão para a qual foi eleito: governar?

O Liberal

Neste blog você encontra a opinião do Grupo Liberal de Comunicação, por meio dos textos editoriais publicados na edição impressa.