13 de agosto de 2022 Atualizado 17:51

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Presença Digital

Vire o jogo: gere leads nas redes sociais!

Os leads são pequenos “cadastros” de possíveis consumidores que deixaram seus dados e suas informações em troca de alguma informação relevante

Por Ronnye Freitas e Ricardo Forti

27 de maio de 2022, às 14h03

Qual empresa que não deseja ter uma lista de pessoas interessadas em saber mais e até adquirirem seus produtos ou serviços? Bom, as ações para geração de leads tem o objetivo de conseguirem exatamente isso, uma lista de possíveis clientes com algum nível de interesse pela empresa.

Os leads são pequenos “cadastros” de possíveis consumidores que deixaram seus dados e suas informações, pessoais ou profissionais (como e-mail, nome ou telefone), em troca de alguma informação relevante que a empresa está oferecendo no momento.

Quando a empresa consegue esse cadastro, ela passa a ter o contato direto com seu possível cliente, sem depender de terceiros ou do algoritmo das redes sociais, e dessa forma, pode-se iniciar um relacionamento com essa pessoa até o momento em que ela de fato torne-se cliente.

Para iniciar uma ação que possibilitará a geração de leads, é importante estar atento aos seguintes pontos:

1. Otimize o seu perfil nas redes sociais

Este é um dos passos mais importantes, mas que muitas empresas simplesmente não dão a devida atenção.

É imprescindível que você verifique se tudo está pronto para coletar leads organicamente. Seu perfil deve fornecer os meios para que os clientes entrem em contato com você, inscrevam-se na sua newsletter, deixe uma mensagem no WhatsApp, entre outras ações.

Dependendo do seu objetivo, diferentes plataformas oferecem recursos de perfil específico para isso.

O Instagram permite que você coloque links no seu perfil, na sua Bio, mas para manter ela em ordem e fornecer uma melhor experiência aos usuários, muitas empresas utilizam ferramentas como o Linktree, que possibilita ter todos os links em uma página só, organizados da forma que você achar melhor.

Já o Facebook, permite que você adicione um botão que direciona a uma ação específica, como enviar uma mensagem por WhatsApp, fazer uma ligação, enviar um e-mail, entre outras opções.

2. Faça uma chamada de ação clicável a cada conteúdo

A primeira coisa que você precisa entender é que sem conteúdo relevante, não há lead.

A partir do momento que você começar a produzir conteúdo relevante, você precisa criar estratégias para fazer com que seu potencial cliente queira fornecer seus dados para sua empresa.

Se seu conteúdo for interessante, você precisa colocar uma chamada de ação para que as pessoas tenham um lugar para clicar. Sempre que possível, certifique-se de que cada postagem tenha um link que direcione para um local onde você possa salvar os dados do seu público, ou contatos, como um número de WhatsApp, um formulário ou uma Landing Page.

Cada plataforma ou rede social possui formas diferenciadas de criar conteúdo clicável:

  • Facebook: você pode colocar links na descrição das postagens e também marcar os produtos na sua loja.
  • Instagram: como dito acima, você pode usar o link disponível na Bio e também links nos stories.

3. Tenha uma página de destino clara e fácil de usar

Uma das coisas mais difíceis de conseguir atualmente, é a atenção do seu possível cliente. Uma vez que você conseguiu atrair a atenção dele, e mais, conseguiu que ele clicasse em seu link, você precisa fazer de tudo para não decepcioná-lo.

Para começar, a landing page (página de destino) deve ser relevante. Se alguém espera encontrar um determinado produto ou informações específicas ao clicar no seu link, é melhor que esteja lá. Sem o conteúdo correspondente, é mais fácil para alguém fechar uma janela ou esquecer onde clicou em primeiro lugar.

Se sua landing page tiver um formulário, o mais indicado é que ele não peça muitos dados. Cada pergunta que você adiciona no formulário pode acabar afastando seu potencial cliente. Então, se for possível, peça poucos dados, como nome, e-mail e telefone apenas.

4. Ofereça uma boa “isca”

Você precisa oferecer ao seu possível cliente um bom motivo para compartilhar suas informações com você. Dependendo do tipo de lead que você deseja capturar, existem diferentes incentivos que você pode oferecer para adoçar o negócio.

Há vários tipos de iscas digitais que certamente poderão atrair seus possíveis clientes fazendo que eles forneçam seus dados em troca te poderem ter acesso a esses conteúdos, são eles:

  • E-books
  • Conteúdo fechado específico
  • Infográficos
  • Assinatura de NewsLetter
  • Webinars
  • Guias
  • Planilhas, entre outros.

Sorteios, cupons de desconto e conteúdo exclusivo também são ótimas iscas digitais. É importante lembrar que o conteúdo define a audiência e por isso mesmo,  você deve ter um bom motivo para pedir as informações do cliente.

Seja para entregar um informativo de qualidade, ajudá-lo com informações que possam resolver seu problema, sempre seja claro e diga aos clientes o que eles ganham ao fornecerem os seus dados.

E finalmente, é importante que todas as ações estejam em conformidade com a Lei Geral de Proteção de Dados, mais conhecida como LGPD, que estabelece regras importantes e obrigatórias para a coleta, processamento e armazenamento de dados pessoais.

Ronnye Freitas / Ricardo Forti

Tudo o que você precisa saber sobre como empreender na internet, por Ronnye Freitas e Ricardo Forti, sócios de uma agência de marketing em Americana