16 de abril de 2021 Atualizado 11:37

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Virando a Chave

Seus pais são narcisistas?

No artigo do blog Virando a Chave desta semana, Ivan Maia retrata os traumas e como esse comportamento afeta as relações

Por Ivan Maia

05 abr 2021 às 11:02

Você já ouviu falar de pais e mães que só pensam no próprio bem-estar? Infelizmente, são pessoas que fazem de tudo para complicar e fazer da vida dos filhos um inferno. Recebo milhares de mensagens de pessoas que sofrem com esse mal e pedem para abordar o assunto de pais narcisistas.

Para começar, vamos compreender o que é uma pessoa narcisista. Segundo o referencial online sobre significados, o narcisismo é um “conceito da psicanálise que define o indivíduo que admira exageradamente a sua própria imagem e nutre uma paixão excessiva por si mesmo”.

Em resumo, são pessoas egoístas, sabotadoras, que além de não ajudar os outros, ainda atrapalham com palavras, gestos, ofensas, entre outros. Imagine uma mãe que cria um filho nessas condições, os traumas causados são enormes e podem afetar as relações desse indivíduo com os outros.

Solteiros

Pessoas solteiras e que ainda moram com um pai ou uma mãe narcisista devem blindar o cérebro para não deixar com que o comportamento da pessoa possa lhe destruir. Se a pessoa tiver condições de ir morar em outro lugar e se afastar fisicamente, o resultado será melhor ainda.

Pessoas narcisistas fazem chantagem emocional, atrapalham sua vida, tentam lhe derrubar. Nesses casos, se não puder se afastar fisicamente, blinde seu cérebro e busque autoconhecimento, informações úteis para lhe ajudar nesse processo.

Infelizmente isso é muito comum. Conheço famílias que, para poder se dar bem com a mãe ou o pai, elas precisam se ver uma ou duas vezes por ano. Na Bíblia está escrito que devemos honrar pai e mãe, mas honrar é ser grato, respeitar, não está escrito “aguente seus pais narcisistas que seus dias se prolongarão na terra”.

Casados

Há pessoas que estão com a vida conjugal destruída porque não resolveram essas questões com os pais enquanto ainda estavam solteiros. Depois, quando se casam, levam para o relacionamento a autoestima baixa. A autoimagem e, consequentemente, a autoconfiança, ficam comprometidas e começam a surgir os conflitos no casamento.

Os homens são chamados “bananas” por não terem iniciativa e não passarem segurança para mulher. A mulher, uma “Maria coitada”, a vítima da situação. É lamentável, mas é muito difícil conviver com pessoas que não resolveram essas questões em seu interior.

Pais destruidores

Normalmente, a personalidade desses pais é baseada em passar por cima de tudo e todos para atender os próprios desejos. Há também alguns narcisistas que se colocam na posição de vítimas das situações para chamar atenção dos pais.

A maioria dos pais e mães muitas vezes não está preparado para educar os filhos, talvez por terem recebido uma educação inadequada e apenas terem transmitido o que aprenderam, ou porque não buscaram informação e conhecimento para mudar essa realidade. Constantes exigências, indiferenças, principalmente quando cobradas em idades que os filhos ainda não possuem maturidade o suficiente para lidar com determinadas situações. Tudo isso por conta de caprichos ou a busca pela perfeição, fazem parte da personalidade de um narcisista.

A mudança começa agora

Os filhos que são criados por pais assim possuem a tendência de se tornarem pessoas inseguras, com autoestima e autoimagem baixa, com problemas nos relacionamentos interpessoais, dificuldade de ter iniciativa e de tomar decisões. A pessoa precisa tomar a decisão de não deixar que isso afete sua vida, a forma de pensar e de conviver. Ela precisa buscar o autoconhecimento e, se não conseguir superar sozinha, até mesmo a ajuda de um profissional.

O importante é não desistir! Não se fazer de vítima, mas ir em busca de uma solução para enfrentar os desafios e não deixar que os medos e a insegurança possam paralisar seus sonhos, metas e objetivos de vida.

Saber superar as limitações pessoais é uma das chaves para alcançar o sucesso pessoal. Todos nós temos algo para melhorar, ainda mais quando nos deparamos com situações que estão fora do nosso controle. Mas, com busca e determinação, os caminhos podem ser modificados.

Se você encontrar ou conhecer alguém que passa por essa situação, compartilhe este texto com essa pessoa! É importante ajudar aqueles que precisam compreender o que estão passando. Ninguém deve tolerar qualquer tipo de abuso e, se os pais não reconhecerem que há um problema que precisa ser resolvido, há pouca chance de alguma coisa mudar.

Ivan Maia

Ivan Maia é treinador emocional, estrategista empresarial, NLP Practiotiiner, palestrante, conferencista e escritor de livros. Ele tem mais de 3 milhões de alunos treinados em mais de 25 países.