05 de março de 2021 Atualizado 18:24

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Pelas Páginas da Literatura

Três livros para conhecer Virginia Woolf

Para celebrar o aniversário da escritora, neste dia 25 de janeiro, veja dicas de livros para entrar no universo da autora

Por Marina Zanaki

25 jan 2021 às 07:59

Nesta segunda-feira, dia 25 de janeiro, é comemorado o aniversário de 139 anos do nascimento da escritora britânica Virginia Woolf. Sua obra literária, que inclui ficção e não-ficção, faz com que ela siga viva de alguma forma. Confesso que Virginia Woolf é uma das minhas escritoras favoritas, que mais me impressiona pela originalidade e potência das suas obras.

Entre os temas mais recorrentes em seus livros estão a condição de gênero, o feminino, a Segunda Guerra Mundial e as doenças mentais. Contudo, boa parte da sua produção é marcada por assuntos mais subjetivos.

Escritora foi uma das primeiras pessoas a utilizar o fluxo de consciência na literatura – Foto: Reprodução

Em Ao Farol, por exemplo, um dos temas principais é a passagem do tempo. Em As Ondas, a percepção de mundo de cada um dos personagens é o fio condutor da obra.

Sua escrita foi revolucionária, já que Virginia Woolf foi uma das primeiras pessoas a utilizar o fluxo de consciência na literatura. Ler seus livros é entrar na cabeça de personagens, entender como eles se comportam e reagem ao mundo.

Listei três livros para quem tem vontade de conhecer a escritora, mas ainda não se anima a começar pelas obras principais, que têm uma carga mais pesada de leitura.

Profissões para mulheres e outros artigos feministas

O livro curtinho é composto por sete ensaios da escritora sobre o papel da mulher enquanto dona de casa e as dificuldades de se estar no mercado de trabalho. É uma obra que foi escrita dentro de um contexto diferente do atual e a partir de uma perspectiva de classe média, mas sem dúvida proporciona reflexões interessantes sobre o tema;

O valor do riso e outros ensaios

Livro que reúne diversos ensaios publicados pela escritora em jornais e revistas da época. Temos Virginia Woolf falando sobre Jane Austen, Emily e Charlotte Bronte, além de temas como um passeio pelas ruas de Londres e sobre o ato da leitura;

O quarto de Jacob

Primeiro livro da escritora com uma pegada mais experimental e já traz elementos da escrita que a consagrariam. A história acompanha as percepções que amigos e conhecidos têm do personagem Jacob Flanders, demonstrando ao leitor a impossibilidade de realmente se conhecer alguma pessoa.  

Fica o convite para incluir nas metas de leitura de 2021 essa escritora, que revolucionou o romance e influenciou a literatura contemporânea!

Marina Zanaki

Repórter do LIBERAL, a jornalista Marina Zanaki é aficionada pela literatura e discutirá, neste blog, temas relacionados ao universo literário.