06 de maio de 2021 Atualizado 23:59

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Artigos de leitores

‘Tamo junto’ em mais um ano

Por João Rodella

21 jan 2021 às 08:32

Estupidamente complicado. Assim foi 2020. Tudo “confeitado” pela estupidez humana, como se fosse um pudim maligno, recheado de creme de escorpiões.

Contudo, mesmo deixando cicatrizes, 2020 passou. Para encher a nossa taça do licor da esperança, 2021 já deu os primeiros passos. Algo mudou? Não, pois ainda está tateando, como bebê quando começa a andar.

Poderá mudar? Sim, mas não sozinho. Em grande parte, dependerá de nós, se atendermos Deus, sendo seus parceiros na construção de um mundo melhor.

Existe muita gente que já se conscientizou dessa necessidade. E vive doando-se parcialmente, ou por inteiro, nessa cruzada do bem, corrente que não quebra os seus elos, mas fortalece-se na prática diária. Seja nos prédios, nas entidades, nas campanhas, no dia a dia, tais abnegados, na medida de suas posses, não escondem as mãos. Mais importante: não encolhem os corações, diante da carência alheia.

É a turma do “tamo junto”, sempre unida enxergando dores e tentando ser lenitivos, acrescentando colaboradores dispostos ao bem.

Tá na Bíblia que “Deus é amor”. Poderemos também ser, pois é desse sentimento que a sociedade necessita, porquanto ele é a alavanca para remover os obstáculos do descaso e preencher as lacunas deixadas pelos erros dos homens maus e as suas inércias.

Existem muitos que, quando questionados, declaram: “sou um duro e nada tenho para doar”. Será mesmo? Nem uma hora de empenho, de engajamento, de despertamento? E os sorrisos de apoio, amistosos e sinceros, sumiram de suas bocas?

Tome tento. Declaro pela milésima vez: Deus não o enviou pra cá sem um propósito. Se está fraudando esse propósito, está desperdiçando a chance de servir como a natureza e Deus fazem. Desperte.

João Rodella, do Espaço Literário Nelly Rocha Galassi

Colaboração

Artigos de opinião enviados pelos leitores do LIBERAL. Para colaborar, envie os textos, com 1.800 caracteres (já contando os espaços), para o e-mail opiniao@liberal.com.br.