18 de abril de 2021 Atualizado 22:26

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Artigos de leitores

Socorro, Pai do Céu!

Por João Rodella

06 dez 2020 às 12:49

Com idealismo e ardor, um dia o grande poeta grafou: “a praça é do povo”. Referia-se, o galardoado vate, quanto ao local de cobranças e exigências para o futuro da nação. É sabido que o nosso povo teve subtraída essa e outras praças, por certo período, cujo ímpeto patriótico morreu na garganta de uns pelo temor das baionetas, enquanto outros morreram nos porões, apenas por pensar no bem do povo e na sua sagrada liberdade, nascida do discernimento quanto ao bem inalienável de Deus.

Hoje, 2020, há a imprensa livre para cobrar os direitos do povo. E há as fake news para enganar, manobrada pelos que deixam escorrer sua pegajosa ânsia de confundir, para dividir e mal erigir o futuro da Pátria Mãe.

Contudo, uns poucos se utilizam das praças. Não para cobrar, nem para referendar e aplaudir, mas para dormir e esquecer a fome de justiça, a fome por alimento, emprego, socorro humanitário migalhoso e nada milagroso, porquanto, dado o contingente de esquálidos malnascidos, malnutridos, mal-atendidos, perambulam por elas, fazendo delas o seu albergue.

E enquanto se aguarda um futuro que não chega, nem será alcançado pelos paupérrimos da sorte, amassa-se e joga-se roto e sujo, o manual da decência, da ética, da moral e do patriotismo e implanta-se, em prejuízo de muitos, o uso do levar vantagem, das cuecas recheadas dos propinodutores, nem todos punidos da corrupção, tentando subterfúgios, apadrinhando uns, encabidando outros, rindo da lei.

Ai, ai, meu Brasil pouco varonil, queimando vidas na Amazônia e Pantanal, torrando o futuro. Socorro, Pai do Céu!

João Rodella
Espaço Literário Nelly Rocha Galassi

Colaboração

Artigos de opinião enviados pelos leitores do LIBERAL. Para colaborar, envie os textos, com 1.800 caracteres (já contando os espaços), para o e-mail opiniao@liberal.com.br.