22 de outubro de 2021 Atualizado 18:49

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Presença Digital

Sente na cadeira do seu cliente!

Uma boa estratégia de marketing digital é imprescindível para que sua empresa continue a impactar seus consumidores

Por Ronnye Freitas e Ricardo Forti

10 set 2021 às 07:17

Muitas pequenas e médias empresas enfrentam vários desafios para continuar vendendo durante essa pandemia que fez com que os consumidores diminuíssem bastante suas compras e, em virtude disso, empresas tiveram que enxugar sua estrutura, demitir seus colaboradores e cortar vários fornecedores para poderem continuar de portas abertas.

Se você é um empresário ou está na liderança de uma empresa, deve ter percebido que uma boa estratégia de marketing digital é imprescindível para que sua empresa continue a impactar seus consumidores, uma vez que este consumidor está comprando menos e ficando mais em casa.

Existe uma forma utilizada pelas grandes empresas e totalmente ao alcance que pode ser a chave para superar este momento, possibilitando que sua empresa crie uma verdadeira conexão com seu consumidor e garantindo que ela possa até mesmo crescer nesse tempo tão desafiador: sentar na cadeira do seu cliente.

O marketing da empatia

Segundo o dicionário, a palavra empatia (do grego. empátheia), refere-se a experiência pela qual uma pessoa se identifica com outra, tendendo a compreender o que ela pensa e a sentir o que ela sente, ainda que nenhum dos dois o expressem de modo explícito ou objetivo. Em uma linguagem mais comercial, podemos dizer que é “sentar na cadeira do cliente”, ou seja, poder sentir o que ele sente para oferecer uma solução que realmente atenda às suas expectativas.

Você precisa saber que existe uma forma totalmente empática de marketing, que faz com que o cliente esteja no centro da negociação e pode ser a chave para construir uma conexão que gere confiança com o clientes, especialmente em tempos difíceis: o marketing de conteúdo.

Seu cliente quer ser compreendido

Em virtude do distanciamento social que fomos obrigados a adotar, nitidamente percebemos uma queda na empatia humana. Porém, e para nós isso não é uma novidade, a maioria das pessoas desejam e procuram ser compreendidas e ouvidas. Por isso, se você mostrar aos consumidores que os compreende, isso abrirá um mundo de oportunidades para sua empresa, oportunidades que muitos dos seus concorrentes nem sonham que exista.

Para que sua empresa consiga colocar em prática o marketing da empatia, sugerimos algumas ações que farão toda a diferença na construção de um relacionamento mais sólido com seu cliente:

Busque descobrir as perguntas que seu cliente faz

Uma maneira de fazer isso é vasculhar as mensagens enviadas pelos clientes nos vários canais da sua empresa, como WhatsApp, e-mails, comentários em redes sociais, entre outras.

Essa simples ação pode gerar inúmeras ideias de conteúdos que atenderão as principais dúvidas dos seus clientes, criando uma conexão imediata com seu público-alvo.

Outra forma de levantar essas informações é um bate-papo direto, e como costumamos dizer, “sem crachá” com sua equipe de vendas, levantando as principais dúvidas e dores dos seus clientes e entendendo cada uma das objeções que todos os dias aparecem no seu processo de vendas.

Ao escolher uma imagem ou palavra, foque na emoção

Palavras emocionais são palavras que conduzem sentimentos em quatro emoções básicas: medo, raiva, tristeza e felicidade. Essas palavras são motivadoras e, quando você as usa em seu conteúdo, elas podem conduzir certos sentimentos em seu cliente, fazendo com que ele dê a devida atenção ao seu conteúdo ou mensagem.

Vemos essa técnica sendo aplicada todos os dias no jornalismo. As manchetes mais acessadas ou lidas são aquelas com palavras poderosas e com grande apelo emocional. Assim, é muito importante gerar impacto emocional no seu conteúdo, utilizando para isso palavras e imagens que consigam despertar a atenção do seu possível cliente.

Interaja com seu cliente, falando com ele

Uma conversa unilateral pode fazer com que seu possível cliente perca totalmente a conexão com sua empresa. Se seus clientes estão falando com você, mas você não está respondendo, a chance dessa negociação não dar em nada é extremamente alta.

Quando olhamos com empatia para nosso cliente, buscamos compreender e compartilhar os seus sentimentos e desejos. Assim você não apenas entende suas perspectivas, mas também passa a compartilhar os sentimentos, que muitas vezes estão escondidos por trás de certas coisas que eles dizem e das ações que realizam.

Assim, suas ações devem ser focadas na conversa com o cliente, e não em campanhas. Você precisa se envolver com o cliente em cada canal, como o WhatsApp e as mídias sociais. Busque dedicar tempo para ouví-lo e não tenha receio de utilizar as mais diferentes ferramentas de interação que dispomos hoje, como por exemplo, fazer uma vídeo chamada com ele.

Voltamos a dizer: o marketing de conteúdo é a estratégia mais empática para que sua empresa possa adotar. Esse tipo de marketing não só trará novos clientes à sua porta, mas também trará regularidade e recorrência nas suas vendas, fazendo com que seus consumidores virem clientes fiéis e satisfeitos.

Afinal, ter empatia é ouvir em primeiro lugar, então ouça seus consumidores e mostre a eles que você se importa por meio de seu conteúdo. Você ficará surpreso com o desempenho de sua empresa mesmo durante essas épocas tão difíceis.

Ronnye Freitas / Ricardo Forti

Tudo o que você precisa saber sobre como empreender na internet, por Ronnye Freitas e Ricardo Forti, sócios de uma agência de marketing em Americana