16 de julho de 2024 Atualizado 09:46

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Editorial

Segurança nas escolas

Ocorrência de um novo ataque na última semana fez o assunto voltar à pauta

Por Redação

25 de junho de 2023, às 10h29

A ocorrência de um novo ataque a escolas na última semana fez voltarem à pauta as medidas de segurança para conter atos do tipo. Na segunda-feira, um ex-aluno de 21 anos invadiu um colégio estadual na cidade de Cambé, no norte do Paraná, e matou dois estudantes, de 16 e 17 anos. Ele chegou a ser preso, mas, no dia seguinte, foi encontrado morto na cela onde estava – a suspeita é de suicídio. Nesta sexta-feira, a Polícia Civil do estado prendeu um quarto suspeito de ter participação no episódio.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Entre março e abril, ataques e uma onda de ameaças espalharam medo pelas escolas de todo o País. Na região, não foi diferente. Houve suspensão de aulas e debate em torno do que era feito pela segurança dos alunos e funcionários dos colégios. Na ocasião, em meio às cobranças, principalmente, dos pais, os municípios da RPT (Região do Polo Têxtil) anunciaram medidas diversas para conter episódios de violência deste tipo, que têm se tornado mais frequentes nos últimos anos.

Nesta semana, o LIBERAL apurou se, de fato, as medidas prometidas estavam em prática. O leitor pode conferir o resultado em uma reportagem deste domingo. Em resumo, as prefeituras têm adotado uma vigilância mais incisiva por meio de rondas feitas por guardas municipais. Em Americana, Santa Bárbara d’Oeste, Nova Odessa e Sumaré, a rede de ensino, segundo os governos, conta com o aplicativo que simula um botão do pânico, usado para acionar a guarda em caso de emergência.

Siga o LIBERAL no Instagram e fique por dentro do noticiário de Americana e região!

Por outro lado, ainda tramita a instalação de câmeras de segurança. Mais complexa, por exigir a compra de equipamentos e um consequente processo licitatório, a vigilância por meio do videomonitoramento é vista como uma tentativa de, ao menos, fornecer uma sensação de segurança maior.

Espera-se que as prefeituras coloquem em prática o que foi anunciado. Infelizmente, o cenário é de alerta constante, especialmente após um novo ataque.

O Liberal

Neste blog, você encontra a opinião do Grupo Liberal por meio dos textos editoriais. Há mais de 70 anos, no coração e no espírito, compromisso com a verdade.