29 de novembro de 2020 Atualizado 22:36

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Editorial

Representatividade feminina

Por Redação

18 nov 2020 às 08:05

Em um mundo político basicamente machista, onde a progressão do debate em torno de questões femininas é alçada ao segundo plano em inúmeras ocasiões, a eleição de três vereadoras para a Câmara de Americana no pleito deste ano mostra um caminho mais aberto para pautas relevantes e o aumento de um equilíbrio bastante discutido, mas pouco visto na sociedade.

Como o LIBERAL destacou na edição desta terça-feira, a eleição de Nathália Camargo (Avante), Professora Juliana (PT) e Leonora da Silva Périco (PDT), coloca pela primeira vez na história do legislativo três mulheres entre os parlamentares.

O aumento da representatividade feminina no espectro amplamente masculino da câmara dá voz para uma participação mais efetiva na fiscalização de políticas públicas que auxiliem no compromisso com a igualdade de gênero. É necessário que as mulheres conquistem mais espaço não apenas na política, mas em todas as esferas administrativas, públicas ou privadas.

Interessante destacar que esse movimento por um contexto igualitário será reverberado dentro da nova composição da Casa. Professora Juliana já informou que pretende defender no Legislativo a implantação de uma Procuradoria Especial da Mulher, “para tornar essa representação uma coisa institucional. Que exista um espaço mesmo de busca sistemática das demandas das mulheres”.

Das três eleitas, apenas Leonora já foi vereadora. Ela se elegeu para o cargo em 2008 e foi reeleita em 2012, se tornando a primeira mulher da história do município a conseguir tal feito.

Mesmo com os progressos dos últimos anos em relação às questões dos direitos das mulheres, na atuação política a estrada ainda parece dura. Lutar pela igualdade de gênero não deveria ser tão difícil, porém, a eleição das vereadoras em Americana pode indicar uma evolução.

O Liberal

Neste blog você encontra a opinião do Grupo Liberal de Comunicação, por meio dos textos editoriais publicados na edição impressa.