12 de maio de 2021 Atualizado 09:30

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Presença Digital

Transforme o cotidiano da empresa no post perfeito

Está cada vez mais difícil se destacar no meio desta selva de informação: então o que é preciso fazer? Confira no artigo do blog Presença Digital

Por Ronnye Freitas / Ricardo Forti

23 abr 2021 às 08:50 • Última atualização 23 abr 2021 às 08:51

Se sua empresa utiliza as redes sociais para a divulgação de seus produtos ou serviços e se você está um pouco antenado nas mudanças que as redes sociais passaram nos últimos meses, você sabe que está cada vez mais difícil se destacar no meio desta selva de informação.

Em todas as redes, principalmente após o início da pandemia, são milhares de novos usuários todos os dias, que despejam uma quantidade incalculável de conteúdos novos a cada segundo. Toda essa realidade faz com que seja muito difícil para uma empresa fazer com que seu conteúdo seja visto pelos seus clientes, mesmo que este cliente já tenha curtido a sua página ou já seja seu seguidor.

Outro fator que atualmente vem abalando as estratégias das empresas é a mudança dos algoritmos das principais redes, que entre as várias consequências, fez com que o alcance orgânico das publicações, que é o alcance sem investimento, ou seja, sem a necessidade de impulsionar, diminuísse drasticamente.

Essa mudança impactou muito as ações das empresas nas redes, fazendo com que muitas delas migrassem as suas ações para outras redes ou destinasse uma verba maior para a compra de tráfego (impulsionamento).

Em meio a essa nova realidade, a pergunta é: Há alguma forma de ainda se destacar nas redes sociais? E a resposta é que sim, é possível.

Rede social não é um lugar para apenas “anunciar”

Há alguns anos atrás, quando uma agência de propaganda era contratada para desenvolver uma campanha, a produção do anúncio era extremamente cuidadosa. Eram contratados fotógrafos, modelos, locações e etc, tudo pensado e planejado meticulosamente, afinal, os espaços nestes veículos eram muito caros e a vida útil do anúncio era relativamente longa.

No caso de uma campanha para a televisão, este cuidado era ainda maior. A preocupação com a produção era extremamente rigorosa, pois tudo tinha que ser perfeito.

Volatilidade: a nova marca da comunicação

Com o advento das redes sociais essa realidade mudou: as informações, além de altamente disponíveis, são extremamente voláteis. Posts duram apenas algumas horas, ou na melhor das hipóteses, dias. E como já foi dito, uma quantidade gigantesca de informações é despejada a cada instante nas redes, fazendo com que apenas poucos conteúdos se destaquem.

Nos treinamentos que ministramos, costumamos dizer que com o advento das redes e mídias sociais, a Internet se transformou em um dragão sedento por conteúdo e quanto mais conteúdo você jogar na sua boca, mais conteúdo ele vai querer. 

Surge um novo e poderoso concorrente

Além da grande quantidade de conteúdo que é colocado a todo o segundo nas redes sociais, os anunciantes agora têm um novo e poderoso concorrente: o conteúdo das pessoas. Esta característica talvez seja a principal mudança deste novo cenário: as pessoas são os principais protagonistas na produção de conteúdo.

A todo instante, pessoas comuns compartilham suas vidas nas redes sociais e os conteúdos postados pelas pessoas são muito variados: baladas, festas e viagens, fotos de famílias, crianças, bichinhos,  “textões” com cunho político, memes, vídeos amadores, a lista é interminável!

Além disso, o conteúdo publicado por pessoas comuns são extremamente interessantes e possuem um engajamento altíssimo, ficando muito difícil para uma empresa se destacar através de um anúncio, ainda mais quando as pessoas conectadas às redes estão à procura de outra coisa.

A realidade do cotidiano como linguagem

Porém, há um caminho que apesar de pouco explorado pelas marcas, tem se demonstrado muito promissor: conteúdos realísticos que exprimem o cotidiano.

Um exemplo conhecido dessa tática é a rede americana de pizzaria “Dominos´s Pizza”. Já faz algum tempo que as fotos postadas pela rede de restaurantes estão indo na contramão das imagens tradicionais que circulam na rede. Enquanto seus concorrentes postam fotos produzidas em estúdio, tiradas por fotógrafos profissionais e com tratamento fotográfico impecável, a marca tem divulgado imagens realistas, que parecem ter sido tiradas por pessoas comuns, sem equipamento ou conhecimento profissional. São fotos da vida real, tiradas com um smartphone comum, daquela pizza de verdade, que realmente chega à sua casa.

A grande sacada dessa estratégia é ir na direção contrária do que normalmente as empresas entendem por linguagem de comunicação tradicional. A intenção é disfarçar o anúncio de conteúdo de pessoas comuns e com isso atrair mais atenção e o aumentar o engajamento através da realidade.

Além das fotos realistas, as empresas e grandes anunciantes também estão utilizando essa técnica na produção de vídeos. Ao invés de fazer superproduções cinematográficas, muitas vezes de altíssimo investimento, os anunciantes estão explorando vídeos que parecem amadores a fim de despertar o interesse do usuário nas redes sociais.

É o caso da Netflix, que já vem utilizando este recurso em vários lançamentos de suas séries. E olha, se alguém entende de produção de filmes, é a Netflix. Mesmo com toda a expertise sobre o assunto a empresa de mídia vem explorando esta estratégia com bastante regularidade.

Como exemplo, podemos destacar o vídeo de lançamento da série “Os Defensores”, onde a Netflix utilizou pouquíssimos recursos de edição e, pasmem, o vídeo foi filmado na vertical, como feito pela maioria dos cinegrafistas amadores.

Se tratando de estratégia para redes sociais, o melhor caminho é mesclar as duas linguagens

Então devemos esquecer os conteúdos bem produzidos, é isso? Acreditamos que não. O melhor caminho sempre será o equilíbrio. A linha editorial de conteúdo para as redes sociais deve ter uma mescla de situações que exploram a realidade e o cotidiano junto com conteúdos mais ortodoxos, de aparência profissional.

A necessidade das marcas em se destacar no meio de tanta informação é o que contribuiu nesta busca pelo simples e realista. Ao contrário do que muita gente pensa, é tornando sua comunicação mais realista e verdadeira, como um conteúdo postado por gente como a gente, que fará com que sua empresa se destaque nas redes sociais.

Ronnye Freitas / Ricardo Forti

Tudo o que você precisa saber sobre como empreender na internet, por Ronnye Freitas e Ricardo Forti, sócios de uma agência de marketing em Americana