07 de maio de 2021 Atualizado 21:42

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Presença Digital

O que é zona de relacionamento e por que sua empresa precisa ter?

Os clientes, que agora estão on-line, precisam conhecer melhor você e sua empresa

Por Ronnye Freitas / Ricardo Forti

09 abr 2021 às 07:00 • Última atualização 09 abr 2021 às 07:51

Em 2020 muitas empresas foram obrigadas a, de algum modo, se digitalizar. A mudança de comportamento do consumidor ficou evidente logo nos primeiros três meses do ano, com o início da pandemia, que restringiu a circulação de pessoas, forçando os consumidores a terem uma maior participação on-line.

Como resposta a esse movimento, muitas empresas buscaram migrar seus negócios para o digital, mas muitas delas de maneira desorganizada e sem planejamento estruturado. O resultado foi a criação de perfis no Instagram ou outra rede social, acreditando que dessa forma poderiam continuar impactando seus clientes.

Porém, para aproveitar todo potencial da internet nestes tempos de pandemia, é necessária a estruturação do que chamamos de presença digital, ou seja, que sua empresa esteja presente digitalmente onde seu cliente estiver. E para ter uma verdadeira presença digital, o primeiro passo é a construção de sua zona de engajamento ou relacionamento.

O novo networking

A zona de engajamento é um conjunto de locais virtuais, como sites, blog, perfil no Instagram, página no Facebook, entre outras plataformas, nos quais sua marca está presente e se relaciona com com seus possíveis clientes que lá estão também. Ou seja, esse ambiente é composto pelos canais de comunicação digital onde a empresa interage com seus clientes gerando um relacionamento mais próximo e que, futuramente, pode se converter em vendas.

Podemos comparar esse conceito com o networking que as empresas já estão acostumadas a fazer em feiras, congressos e outros meios de relacionamento com os futuros potenciais clientes. Contudo, no meio digital isso acontece de uma forma diferente.

Por que ter uma zona de engajamento é tão importante para seu negócio?

Um dos principais objetivos da zona de engajamento é possibilitar que sua empresa seja encontrada na internet.

O seu público, ou seja, seus clientes que agora estão on-line, precisam conhecer melhor você e sua empresa. Para isso, é necessário manter um relacionamento digital com ele, aumentando sua exposição e sua presença nas principais plataformas e redes sociais.

Assim, para construir sua zona de engajamento é importante ficar atento aos seguintes passos:

Não dependa de terreno alugado

Atualmente, mais de quatro bilhões de pessoas, ou 56,8% da população mundial, já têm acesso à internet, segundo dados de 2019 do Internet World Stats. Dessa forma, para começar com o pé direito, o primeiro passo é possuir um site.

O site é espaço exclusivo da sua empresa na internet, o local “físico” que insere sua empresa no universo digital. Ele já se tornou obrigatório, pois é o primeiro lugar onde possíveis clientes buscam informações sobre o seu negócio. Também é o site que abrigará seu principal conteúdo e as principais informações sobre a sua empresa.

Além disso, diferentemente das redes sociais que possuem um dono por serem empresas privadas, e por isso mesmo podem mudar suas políticas da noite para o dia impactando diretamente os resultados do seu negócio, o site é totalmente controlado pela sua empresa, ou seja, o “terreno digital” é seu.

Não se esqueça que hoje mais de 70% do acesso a sites são feitos através de dispositivos móveis, como smartphones. Assim, é de extrema importância que o seu site seja responsivo, ou seja, que ao ser acessado, se adapte em qualquer dispositivo automaticamente.

Esteja onde seus possíveis clientes estiverem

Depois de estruturar seu site é preciso estar presente nas principais redes sociais. Atualmente, o Instagram virou o grande queridinho das empresas e muitas delas acreditam que para ter resultado na internet, é necessário crescer nessa rede.

Porém, na prática a realidade é um pouco mais complexa e também requer uma análise: meu cliente é o consumidor final ou meu negócio é B2B, ou seja, vendo para outras empresas? Se sua empresa é um varejo, não há dúvidas que o Instagram deve ser priorizado, mas se, por exemplo, sua empresa faz negócios com outras empresas, dar mais foco no LinkedIn pode ser um melhor caminho.

De qualquer forma, para construir uma presença digital sólida é necessário estar presente nas principais redes sociais, como o Instagram, o Facebook e também no LinkedIn, caso sua empresa atenda clientes B2B.

Engajamento: a engrenagem que gera vendas

Primeiramente, é preciso entender que cada negócio tem suas particularidades, porém, existem algumas premissas que colocam a engrenagem para funcionar. Confira:

– Tenha uma boa estratégia de marketing: é necessário planejar o conteúdo que sua empresa vai apresentar para a audiência, afinal, ele é a lenha na fogueira do engajamento, e o que possibilitará que sua empresa atraia o cliente certo. Isso envolve pensar bem na abordagem, tipo de conteúdo, linguagem, formato de postagem, imagens e outros aspectos importantes.

– Conheça sua persona: pense além do público-alvo. Vá além da idade, cidade e profissão, descubra quais são os desejos e dores que seu possível cliente sente e que seu produto ou serviço pode resolver. Tente entender quais são as reais necessidades dessas pessoas e o que elas estão procurando.

– Produza um conteúdo personalizado: humanize a sua empresa usando um tom mais informal e pessoal na hora de se comunicar com as pessoas. Coloque-se no lugar do cliente. Essa é uma forma de gerar empatia e conseguir a atenção da pessoa certa.

– Interaja com as pessoas: demonstre que você se importa e responda toda interação da sua audiência. Entenda que no mundo digital o cliente se comunica através de múltiplos canais, como WhatsApp, telefone, comentários em posts e chats das próprias redes sociais. Fique atento a estes canais e nunca deixe seu cliente sem resposta.

Em suma, criar uma zona de engajamento é um trabalho de longo prazo que exige planejamento e consistência. Porém, os resultados são a possibilidade real da sua empresa impactar mercados antes indisponíveis e assim fazer com que seu negócio cresça mesmo em épocas desafiadoras como a que estamos vivendo.

Ronnye Freitas / Ricardo Forti

Tudo o que você precisa saber sobre como empreender na internet, por Ronnye Freitas e Ricardo Forti, sócios de uma agência de marketing em Americana