27 de setembro de 2021 Atualizado 22:32

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Artigos de leitores

Pousou o avião na praça da Matriz

Por Carlos Roberto Bertollo

04 dez 2020 às 08:03

Dedico este artigo em homenagem ao saudoso aviador Vicente Lupo Neto, da cidade de Votuporanga, e ao estimado mestre e cunhado Antoninho Rapassi, que nesta semana está comemorando aniversário e morou muitos anos na cidade das brisas suaves. A fascinação de querer voar, imitando os pássaros, manifestou-se bem cedo no menino Vicente Lupo. Apaixonado pela aviação, em janeiro de 1949, aos 16 anos, ele concluiu o curso de piloto privado no Aeroclube de Votuporanga, fundado em 21 de novembro de 1942.

Entendo, portanto, que o futuro comandante foi mais um mordido pelo vírus daquela descoberta alada feita em solo parisiense no remoto 1906. Entre pousos e decolagens de todos os tipos de aviões, floresceu a frondosa árvore, cujos frutos o alimentou e fortaleceu o seu espírito. No Aeroclube da cidade de Rio Claro, concluiu os cursos de piloto comercial e instrutor de voo. Foi nomeado examinador pelo Ministério da Aeronáutica em 1974.

Foram 58 anos dedicados à aviação, onde atuou como piloto de táxi aéreo, instrutor de voo, examinador e diretor do aeroclube. Sob seu comando teve mais de 250 pilotos brevetados.

Um episódio curioso marcou a vida dos cidadãos votuporanguenses e do saudoso comandante. No dia 26 de maio de 1953, Vicente Lupo estava voltando com seu avião do distrito de Veadinho do Porto, atualmente município de Riolândia, mas um vazamento de gasolina na aeronave o fez executar um procedimento de pouso forçado em pleno jardim da praça da Matriz, caindo em cima do coreto. Apesar do susto e do tumulto ocasionado pelo acontecimento, ninguém saiu ferido. Dedicou a sua vida no desenvolvimento da aviação e do progresso da cidade de Votuporanga. Que o seu legado sirva de exemplo para aqueles que primam pela perfeição.

Carlos Roberto Bertollo é estudioso da lenda de Ícaro e criador de réplicas de aeronaves

Colaboração

Artigos de opinião enviados pelos leitores do LIBERAL. Para colaborar, envie os textos para o e-mail opiniao@liberal.com.br.