13 de junho de 2021 Atualizado 20:24

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Artigos de leitores

O brasileiro é idiota ou servil?

Por Heber do Valle

06 Maio 2021 às 08:40

Quem vai às compras levante as mãos. Você, que levantou, está sendo assaltado. Você representa todos os brasileiros. Enquanto praticamente no resto mundo os preços de tudo ficaram quase estáveis aqui a sangria em seu bolso é coisa de picaretagem e exploração.

A carne bovina subiu cerca de 50%, a de primeira, pois a de segunda quase 80%. Se substitui-la pela carne suína ou de frango, que sempre foram bem mais baratas, a suína subiu 65%, a de frango um pouco menos. Falei da carne, mas e o óleo de soja? E o arroz? E os demais itens essenciais e básicos?

Quase todos no mesmo diapasão, salvando-se o macarrão, “só” uns 20% de aumento. Mas os aumentos não se limitam aos preços. Verifiquem a malandragem da diminuição de volume. O que era um litro, passou para 900 ml. O que era 500 gramas passou a 400 gramas. O que era 200 gramas passou para 150 gramas. O preço não diminuiu.

Na maioria aumentou. Mas aonde está você, diante destes exemplos vergonhosos que afetam todos os consumidores, sem falar em planos de saúde, preços de remédios, e mais outros itens que seguem na mesma toada de aumentos escorchantes? Qual a sua reação?

Coloca as coisas no carrinho, pega fila no caixa, paga e vai embora fazer churrasco, sem nenhuma cerimônia ou revolta. Muitos não se importam. Ah, se isto acontecesse em paises aonde a cidadania é plena, o povo é culto, órgãos de defesa do consumidor e organizações civis funcionam, e o brio de ricos, medianos e pobres é igualitário em defesa e ação do boicote. Quem sabe se o Brasil fosse governado por pessoas sérias, honestas, incorruptíveis, voltadas ao bem-estar social de todos.  Afinal, você, como brasileiro, é um idiota ou um servil?

Heber do Valle
Aposentado

Colaboração

Artigos de opinião enviados pelos leitores do LIBERAL. Para colaborar, envie os textos, com 1.800 caracteres (já contando os espaços), para o e-mail opiniao@liberal.com.br.