27 de setembro de 2020 Atualizado 15:33

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Editorial

Novela do transporte público

Por Redação

18 jul 2020 às 09:32

A terceira investida da administração municipal de Americana para tentar concluir a concessão do transporte público, como divulgado pelo LIBERAL na edição desta quinta-feira, é mais uma parte da novela envolvendo o serviço no município.

Entre idas e vindas, em um processo que está travado desde outubro do ano passado, num verdadeiro embate burocrático, fica a impressão de que quem mais deveria ser beneficiado, ou seja, a população, aparece no final da fila.

O serviço é operado em Americana há um ano e oito meses por meio de contratos emergenciais com a Sancetur. O quarto vínculo dessa natureza foi firmado no dia 19 de março deste ano e é válido por seis meses.

Essa história começou em julho de 2017, quando o prefeito Omar Najar (MDB) pediu a intervenção no transporte público da cidade, até então nas mãos da VCA (Viação Cidade de Americana).

Na ocasião, o argumento era de que a empresa não atendia determinações contratuais e mantinha veículos em condições precárias. As linhas foram passadas para a VPT (Viação Princesa Tecelã) e, em outubro de 2018, a Sancetur assumiu.

De lá para cá, imbróglios envolvendo representações sobre problemas nos documentos e uma liminar suspendendo a concorrência arrastaram a situação até o ponto atual.

No meio disso tudo, a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) deixou o contexto ainda mais complicado, já que é necessário avaliar quais impactos a doença trará para o serviço nesse e nos próximos anos, sejam econômicos ou sociais.

O novo edital ficará disponível para consulta de 20 de julho até 18 de agosto. A entrega e abertura dos envelopes serão 19 de agosto. Resta aguardar que a licitação seja concluída e Americana deixe para trás, de vez, os contratos emergenciais em um setor fundamental para os cidadãos.

O Liberal

Neste blog você encontra a opinião do Grupo Liberal de Comunicação, por meio dos textos editoriais publicados na edição impressa.