25 de janeiro de 2021 Atualizado 19:15

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Artigos de leitores

Mulheres na vida de Santos Dumont – 2ª parte

Por Carlos Roberto Bertollo

08 jan 2021 às 08:50

Em continuação ao tema, no dia 7 de fevereiro de 1902, o jornal francês La Vie Illustrée publicou uma foto da visita da Imperatriz Eugênia de Montijo, viúva de Napoleão III, ao hangar do grande cientista em Monte Carlo. Essa visita causou grande agitação. A publicação da referida imagem foi de grande importância para a França.

Em 30 anos, essa era primeira vez que Vossa Majestade era fotografada em um evento. Todo esse tempo ela viveu num retiro absoluto, afastada da sociedade, sobretudo, após a morte de seu filho, o príncipe Napoleão Eugenio, herdeiro do trono. Ele pereceu durante a guerra dos ingleses contra os Zulus na África do Sul. Aficionada pela tecnologia, foi o dirigível 6, ganhador do prêmio Deutsch, que a incentivou a visitá-lo. Afinal, foi com ele que Santos Dumont ganhou fama internacional.

Franceschini Pietro e a sobrinha da Imperatriz, mademoiselle D’ Allonville lhe faziam companhia. Em 1903, uma jovem de 19 anos de ascendência cubana, Aida d’Acosta, nascida em Elberon, New Jersey, estava em passeio por Paris e fez questão de assistir a uma demonstração de voo do dirigível 9, o Balladeuse. Ficou fascinada por esta máquina voadora e o grande cientista pela bela mademoiselle.

Neste ano, ela se tornou a primeira mulher do mundo a conduzir sozinha o dirigível. Foi a única pessoa a conduzir os seus inventos. A cobertura que a imprensa deu ao evento enfureceu os pais da aeronauta. Eles julgavam que o nome de uma dama deveria aparecer na imprensa em duas ocasiões: quando se casava ou quando morria. Aida não mais voou. Ficou esquecida na história da aviação, mas não no coração do grande cientista. A foto da mademoiselle com um elegante chapéu dominou por muito tempo a escrivaninha do seu escritório em Paris.

Carlos Roberto Bertollo é estudioso da lenda de Ícaro e criador de réplicas de aeronaves

Colaboração

Artigos de opinião enviados pelos leitores do LIBERAL. Para colaborar, envie os textos, com 1.800 caracteres (já contando os espaços), para o e-mail opiniao@liberal.com.br.