22 de junho de 2021 Atualizado 14:25

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Artigos de leitores

Momentos que não voltam mais

Por Katya Forti

23 Maio 2021 às 09:18

A brevidade da vida. Um assunto que evitamos pensar e dialogar. Como os super- heróis das telas do cinema, julgamo-nos imortais. Mas ela é fato.

A cada minuto, ainda que ignoremos, um coração deixa de bater. E os sinais vitais encerram seu ciclo. A partir daí é que começa o tormento. Dos que ficaram, por não ter ao lado a presença física dos entes queridos: no seio familiar, no círculo de amigos, companheiros de trabalho, conhecidos.

E só então nos damos conta de que momentos não voltam mais. E de que devemos viver intensamente cada um deles. Deixando de lado as desavenças, respeitando a cada um com seu modo de agir, de pensar, de conviver.

Pois essa é uma estrada a ser percorrida individualmente. Cada passo é decisivo, é único, é singular. E não tem volta.

A seguir, alguns trechos do livro “O Pequeno Príncipe” de Antoine de Saint-Exupéry, que nos ajuda a refletir o quanto faz bem estar em paz.

“Se tu vens, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz. Quanto mais a hora for chegando, mais eu me sentirei feliz. Às quatro horas, estarei inquieto e agitado: descobrirei a felicidade! Mas se tu vens a qualquer momento, nunca saberei a hora de preparar o coração…”.

“As pessoas têm estrelas que não são as mesmas. Para uns, que viajam, as estrelas são guias. Para outros, elas não passam de pequenas luzes. Tu, porém, terás estrelas como ninguém. Tu te sentirás contente por me teres conhecido. Tu serás sempre meu amigo. Terás vontade de rir”.

“Eis o meu segredo: só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos. Os homens esqueceram essa verdade, mas tu não a deves esquecer. Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas.”

Katya Forti
Pedagoga. De Americana. Autora dos Livros – Alma em Flor
O Infinito é logo ali…
katyaforti.kf@gmail.com

Colaboração

Artigos de opinião enviados pelos leitores do LIBERAL. Para colaborar, envie os textos, com 1.800 caracteres (já contando os espaços), para o e-mail opiniao@liberal.com.br.