11 de julho de 2020 Atualizado 08:54

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Artigos de leitores

Momentos de Solidariedade

Por Rafael Macris

26 abr 2020 às 13:27 • Última atualização 27 abr 2020 às 13:28

Em tempos de crise de saúde com o coronavírus, que alcançou mais de 180 países, o mundo que estava tão acelerado foi obrigado a parar. Muitos falam sobre o individualismo que imperava na era antes Covid-19. Contudo, depois da pandemia e com o distanciamento necessário para enfrentar a doença, o ser humano pôde mostrar união.

Em vez de falar só da tragédia, busco focar nas coisas boas para ajudar a superar este desafio. Correntes do bem surgiram em diversas partes do planeta.

Grupos preparando refeições para pessoas em situação de rua, pessoas doando seu tempo e trabalho confeccionando máscaras, outros arrecadando alimentos para famílias mais carentes e até ração para animais abandonados. Isso é solidariedade.

O que há de bonito no ser humano é esta empatia e compaixão ao outro. Se precisamos passar por este momento, que seja fazendo o máximo pelo próximo.

Aqui na nossa cidade não foi diferente, quantas costureiras e artesãs estão ajudando com máscaras, quantas iniciativas para arrecadar produtos essenciais para quem está à margem da sociedade. Até drive thru de doações foi feito. É a criatividade fazendo a diferença.

Como representante das pessoas, não fiquei alheio a este movimento. Junto aos amigos organizadores da Copa Terceirão, Castor Society e amigos do Foca, arrecadamos e montamos centenas de cestas básicas para famílias carentes, além de participar da confecção de máscaras que foram enviadas junto às cestas. Foram arrecadadas quatro toneladas de alimentos!

Porém, isso não era o bastante. Haja vista profissionais informais, trabalhadores da iniciativa privada, empresários e empreendedores passando este período com dificuldades – sei disso porque também sou empresário e senti na pele essa crise – como funcionário público me senti na obrigação de doar metade do meu salário por três meses.

Nesta fase em que “todos estão perdendo”, é importante fazer o que está ao nosso alcance e ajudar uns aos outros.

Talvez a sua ação lhe soe singela, mas sobre isso nos ensina madre Teresa: “O que eu faço é uma gota no meio do oceano. Mas sem ela, o oceano será menor”.

*Rafael Macris é Vereador pelo PSDB

Colaboração

Artigos de opinião enviados pelos leitores do LIBERAL. Para colaborar, envie os textos, com 1.800 caracteres (já contando os espaços), para o e-mail opiniao@liberal.com.br.