29 de outubro de 2020 Atualizado 00:05

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Memória Eleitoral

Americana teve 13 candidatos em 1982

Confira como foi a eleição para prefeito em 1982, vencida por Carrol Meneghel

Por Reginaldo Gonçalves

13 out 2020 às 10:23 • Última atualização 13 out 2020 às 10:25

Nas eleições deste ano, a cidade de Americana terá nove candidatos a prefeito, o que pode ser considerado um recorde no sistema individual. Digo sistema individual porque somente em 1982, há 38 anos, a cidade teve 13 candidatos à prefeitura.

O detalhe é que na época valia a legenda partidária, ou seja, cada grupo poderia lançar até três nomes para prefeito. Agora é cada um para si e o mais votado leva.

O prefeito eleito foi Carroll Meneghel, que era do MDB – Foto: Arquivo / O Liberal

Uma situação atípica em 1982 é que o mais votado foi Abdo Najar, pai do atual prefeito Omar Najar e que já havia sido prefeito. Ele pertencia ao PSD e os outros dois nomes do partido foram o do empresário Luiz Euclides Rovina e do radialista Geraldo Pinhanelli.

Abdo foi o mais votado, com 17.480 votos, mas não levou. Isso porque sua legenda ficou com 19.246 votos. Pinhanelli teve 740 votos e Rovina 1.026.  

O prefeito eleito foi Carroll Meneghel, que era do MDB, e recebeu 11.612 votos, ou seja 5.868 a menos que Abdo.

Acontece que os dois candidatos da legenda foram muito bem. Frederico Polo Muller recebeu 9.227 votos e Marco Antonio Biasi ficou com 7.520. Na soma, o MDB teve 28.469 na legenda e superou o PSD que ficou com 19.246. Os outros partidos tiveram baixa votação, vindo pela ordem PT, PTB e PDT.

No PT estavam Raul Brisola Junior (4.875), Wilson Camargo (1.764) e Javerte Galassi. A legenda somou 8.227 votos. Pelo PTB saíram João Batista Barbosa (1.594), Jairo Azevedo (1.011) e Roberto Dollo (791), totalizando 3.396 votos. Somente Rubens Zaoral foi o candidato do PDT, com 272 votos.

Carroll Meneghel assumiu em janeiro de 1983 e ficou no poder até 31 de dezembro de 1988. O mandato foi prorrogado devido à Constituição.    

Reginaldo Gonçalves

O jornalista Reginaldo Gonçalves traz fatos que recontam a história das eleições em Americana e região.