15 de abril de 2021 Atualizado 10:17

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Painel Político

Maria Giovana entra com ação para retirar vídeos de Macris

A alegação da campanha da candidata do PDT é de que os vídeos teriam sido impulsionados de forma ilícita pelo tucano

Por André Rossi

10 nov 2020 às 09:33

A vereadora e candidata a prefeita de Americana, Maria Giovana (PDT) entrou nesta segunda com representação na Justiça Eleitoral, com pedido liminar, para que a campanha de Rafael Macris (PSDB) exclua duas propagandas sobre ela.

A alegação é de que os vídeos teriam sido impulsionados de forma ilícita. Ainda não houve decisão.

“O impulsionamento de conteúdo, enquanto propaganda paga na internet, é permitido tão somente para promover ou beneficiar candidatos. Os fatos ora narrados, entretanto, caminham em sentido totalmente oposto, uma vez que empregam a ferramenta de forma completamente ilegal”, traz trecho da ação.

Um dos conteúdo patrocinados pela campanha de Rafael Macris (PSDB) é um vídeo que fala que a candidata do PDT tenta “esconder seu passado na esquerda” – Foto: Facebook / Reprodução

O LIBERAL abordou o caso no Painel Político do último sábado. Em um dos vídeos, uma apresentadora dizia que a vereadora reclama do fechamento dos postinhos de saúde, mas teria tido posição diferente quando foi secretária adjunta de Saúde, em 2017. A candidata rebateu em nota, afirmando que nunca teve poder para fechar um posto.

Já o outro vídeo diz que Maria Giovana tenta “esconder seu passado na esquerda”. Ela era filiada ao PCdoB e se filiou ao PDT neste ano.

Em nota, a coligação “Americana Merece Mais”, de Rafael, disse que “só falou a verdade no vídeo”. “Lamentável que, às vésperas da eleição, a candidata tente esconder seu passado”, traz a nota.

Redação

Seção abastecida pelos jornalistas do LIBERAL com informações e bastidores da política de Americana, Santa Bárbara e região.