20 de julho de 2024 Atualizado 18:17

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Artigos de leitores

Jesus Cristo, a pedra da igreja

Por Eduardo Paparotti

12 de janeiro de 2024, às 07h22 • Última atualização em 12 de janeiro de 2024, às 07h23

Gostaria de aproveitar o espaço para fazer um comentário de um dos tópicos publicados na coluna “A cidade é nossa”, do articulista J.C. Nascimento, do LIBERAL, em novembro do ano passado. O tópico para o meu comentário é “e Jesus disse: “tu és Pedro, e sobre essa pedra edificarei a minha igreja”. Mateus 16:16. Mas, observe bem, senhor J.C. Nascimento, “é sobre esta pedra”, e não essa pedra, referindo a ele próprio, Jesus Cristo.

E na Bíblia Sagrada existem várias citações neste sentido, reconhecendo o próprio Jesus como a pedra angular. Então vejamos. No Livro de Atos dos Apóstolos 4:11 existe o seguinte trecho: “este Jesus é pedra rejeitada por vós, os construtores, a qual se tornou a pedra angular”.

O próprio apóstolo Pedro, em sua primeira epístola – carta curta – capítulo 2, de 4 a 8 diz: “chegando-vos para ele a pedra que vive, rejeitada, sim pelos homens, mas para com Deus eleita e preciosa”.

O apóstolo Paulo afirma ainda que Jesus é a pedra principal. Ele diz: “vocês são como um edifício e estão construídos sobre o alicerce que os apóstolos e os profetas colocaram. E a pedra fundamental desse edifício é o próprio Jesus Cristo”. (EF 2.20).

“A pedra que os construtores rejeitaram, essa veio a ser a principal pedra angular”. (versículos 2:8): “pedra de tropeços e pedras de ofensas, são estes os que tropeçaram na palavra, sendo desobedientes para os que também foram destinados”.

O profeta Isaias chegou a profetizar o nascimento de Jesus Cristo 750 anos antes do seu aparecimento. Assim, seu nome será maravilhoso, conselheiro, pai da eternidade e príncipe da paz. Atenciosamente. 

Eduardo Paparotti
Aposentado

Colaboração

Artigos de opinião enviados pelos leitores do LIBERAL. Para colaborar, envie os textos para o e-mail opiniao@liberal.com.br.