08 de agosto de 2022 Atualizado 08:28

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Cotidiano & Existência

Incoerências

Por Gisela Breno

12 de julho de 2022, às 16h09 • Última atualização em 12 de julho de 2022, às 16h10

Sábado ensolarado. Praia de águas límpidas, como poucas vezes se vê. Lá fora um burburinho de vida, que segue com as regras da pandemia afrouxadas.

Aqui dentro, comidas e bebidas fartas desfilam no ritmo frenético dos espetos das carnes nobres preparadas na brasa.

Nas mesas, uma diversidade de gente bonita que, embebida pelos momentos de gastronomia e lazer, nem percebe o som que vem de um piano preto de calda, colocado perifericamente naquele espaço muito bem decorado.

Ele, ao contrário das mordomias e elevados cachês oferecidos às pseudo celebridades, que surgem e desaparecem feito meteoros a todo momento no cenário brasileiro, recebe ar mais fresco de um pequeno ventilador ajeitado numa cadeira; e se não fosse pela mesa de nosso grupo, nenhum aplauso.

Ah quantos talentos não valorizados devidamente nesse imenso Brasil.

Digno dos palcos mais ilustres do país, ele, que até maestro foi, toca maravilhosamente num canto de uma churrascaria, para ouvidos moucos.

Gisela Breno

Professora, Gisela Breno é graduada em Biologia na Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) e fez mestrado em Educação no Unisal (Centro Universitário Salesiano de São Paulo). A professora lecionou por pelo menos 30 anos.