18 de maio de 2022 Atualizado 20:02

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Artigos de leitores

Eu concordo plenamente

Por João Rodella

13 Maio 2022, às 07h18

Anoto mentalmente tudo aquilo o que ouço. Cada um com quem cruzo tem opinião sobre os descalabros da política que se pratica atualmente em nosso Brasil, vítima da sanha predadora de currais e sanguessugas, restando ao povo somente a sobra miúda. Não à toa, grande parte do nosso povo passa fome em um País que é o “maior produtor de grãos do mundo” e não vê a cor de um bife. Não nos esqueçamos que aqui é o segundo maior produtor e exportador de carne bovina do planeta.

Nosso Brasil, cada vez mais dilapidado, com terras abundantes, fartura de águas, clima favorável, minérios, etc, etc, passa por uma crise sem precedentes em toda a sua era republicana. A culpa seria realmente do povo – quase um carneirinho – que não bale, não muge, não berra, não estrila, não vocifera, não é cobrativo? O povo faz o que pode com os meios que tem.

A culpa recai sobre os desmandos praticados contra o povo penalizado por escorchantes impostos, nível de vida precário, carestia, criminalidade crescente, roubalheira, politicalha rasteira e ignóbil, desencontros, rumo enviesado e tortuoso e por aí vai. Duvida? Observe: cúpulas cada vez mais ricas e povo mais miserável a cada dia que passa.

Um comerciante categorizado e seu amigo trocavam ideias recentemente sobre essa “nossa” calamitosa situação, quando adentrei no estabelecimento. A conclusão a que chegaram depois de uma longa conversa e que endosso foi: “o Brasil não deu certo até hoje”. E com licença deles pelo gancho, acabo emendando: e nunca vai dar certo com a política que se pratica faz tempo, privilegiando uns poucos em detrimento da população míope e analfabeta politicamente, desorganizada e pouco reivindicadora.

Acorda Brasil. Despertem dessa letargia, brasileiros apáticos e maus votantes para que a gente possa um dia mudar essa situação.

www.reflexoesdeumoctogenario.blogspot.com

Colaboração

Artigos de opinião enviados pelos leitores do LIBERAL. Para colaborar, envie os textos para o e-mail opiniao@liberal.com.br.