30 de novembro de 2021 Atualizado 07:22

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Estúdio 52

Spin-off de ‘Como Treinar seu Dragão: os Nove Reinos’ chega em dezembro

Com estreia em streamings sem serviços no Brasil, a série vai trazer novos personagens, dragões e os filhotes de Banguela

Por Maíra Torres

14 out 2021 às 12:56 • Última atualização 14 out 2021 às 12:57

Além das três séries, cinco curtas e três filmes da franquia “Como treinar seu Dragão” já disponíveis, chega em 23 de dezembro de 2021 um spin-off um pouco diferente daqueles onde vimos as histórias de Soluço, Astrid, Banguela e companhia.

“Como treinar seu Dragão: os Nove Reinos” (tradução literal de “How to Train your Dragon: The Nine Realms) vai mostrar os dragões numa era moderna, 1.300 anos após os eventos oficiais da trilogia.

No teaser, lançado nesta quarta-feira (14), vemos um novo personagem voando em Dusk, um dos filhos de Banguela e Fúria da Luz. É possível pensar , aliás, que “era moderna” se refere aos “dias de hoje”, já que vemos roupas atuais em quem deve ser o novo protagonista, e torres de energia eólica, numa das rápidas imagens mostradas

Segundo a sinopse oficial, os dragões viraram uma lenda para os humanos do “mundo moderno”, colocada a prova quando uma anomalia geológica causa uma enorme e profunda fissura na superfície terrestre. Os cientistas, então, começam pesquisas para compreender o fenômeno.

Novo personagem tem até um corte de cabelo na régua – Foto:

Enquanto isso, um grupo de crianças “desajustadas” (os famosos e carismáticos personagens que não se encaixam em grupos estereotipados) vai passar uma temporada em um sítio com seus pais e acabam descobrindo a verdade sobre os dragões e onde eles têm se escondido por todo esse tempo. Começa aí um esforço para manter essa descoberta em segredo, como forma de proteger as novas criaturas.

A expectativa é de que nesse spin-off de “Como treinar seu Dragão” acompanhemos um novo grupo de “cavaleiros” de dragões e, também, de novas criaturas, incluindo o trio de filhotes – já crescidos – de Banguela: Dawn (Amanhecer), Dusk (Crepúsculo) e Eclipse.

Claramente não haverá Astrid e Soluço, por conta do salto temporal, mas nada impede que, de repente, alguém entre os novos protagonistas tenha algum parentesco com a dupla clássica ou com os outros personagens.

Entre os dois filhotes machos, o design desse dragão parece mais com Dusk, de nariz branco – Foto:

A série deve ter seis episódios de 22 minutos e ir ao ar pelas plataformas de streaming Hulu e Peacock, indisponíveis no Brasil. Infelizmente, isso quer dizer que a produção ainda não está confirmada para estrear em terras tupiniquins.

Se a Netflix for esperta, deve incluí-la em seu catálogo, que já conta com a trilogia original, as três séries “Legends”, “Equipe de Resgate” e “Corrida até o Limite” e um dos curtas, “A Origem das Corridas de Dragão”.

Maíra Torres

Repórter do Liberal, produtora do Gold Morning e apresentadora do Resumo Gold na FM Gold. Entusiasta de animações desde que aprendeu a abrir os olhos e otaku recém-nascida. A doida que assiste três filmes seguidos no cinema.

Estúdio 52

Quer saber sobre aquela série que está bombando na internet? Sim, temos. Ou aquele jogo que a loja do seu console vai disponibilizar de graça? Ok. Curte o trivial e precisa dos lançamentos do cinema? Sem problema, é só chegar.