13 de agosto de 2022 Atualizado 22:03

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Estúdio 52

E o Oscar vai para…

Com a premiação batendo à porta, o momento agora é de fazer apostas; veja os favoritos

Por Rodrigo Alonso

23 de março de 2022, às 16h49 • Última atualização em 23 de março de 2022, às 18h37

Para quem curte assistir a um bom filme, não existe nada melhor do que maratonar os candidatos ao Oscar. Talvez, tenha um ou outro que não agrade. Porém, fatalmente, terá aqueles que vão cair no seu gosto e atrair sua torcida para a premiação.

Mas, essa correria para ver os indicados está chegando ao fim. Afinal, as estatuetas já serão entregues neste domingo (27), a partir das 21 horas. Então, agora, o momento é de fazer apostas, e eu já tenho as minhas na ponta da língua.

Selecionei nove categorias para discutirmos. Vamos lá:

ANIMAÇÃO
Aposta: Encanto
Disponível na Disney+

“Encanto” traz uma família com diferentes personalidades, sem seguir padrões já estabelecidos pela própria Disney, inclusive com relação a beleza. É sucesso de crítica e tem tudo para ganhar. Mas pode ser surpreendido por “A Família Mitchell e a Revolta das Máquinas”, apesar de que, particularmente falando, meu preferido é “Luca”.

ROTEIRO ADAPTADO
Aposta: Ataque dos Cães
Disponível na Netflix

“Ataque dos Cães” apresenta informações importantes sem ser explícito. Apesar dos vários diálogos, o filme também consegue se destacar no silêncio. Em vez de dizer o que está acontecendo, o longa conduz sua trama sutilmente e faz a ficha cair aos poucos. Por esses e outros motivos, tem o melhor roteiro adaptado e merece vencer o prêmio.

ROTEIRO ORIGINAL
Aposta: Licorice Pizza

“Licorice Pizza” é um filme que vai além das comédias românticas convencionais. As peculiaridades dos dois protagonistas – um empreendedor de 15 anos e uma mulher de 25 ainda procurando seu caminho – já deixam claro o poder criativo da obra, que está dividida em capítulos, e todos eles conversam muito bem entre si.

ATOR COADJUVANTE
Aposta: Kodi Smit-McPhee | Ataque dos Cães

A boa evolução de Peter Gordon, um personagem que aparenta ter pouca relevância no início, se deve muito à excelente atuação de Kodi Smit-McPhee. A estatueta estará em ótimas mãos se for para ele, o que realmente deve acontecer. Mas fica aqui a minha torcida para Troy Kotsur, que entrega tudo e mais um pouco em “No Ritmo do Coração”.

ATRIZ COADJUVANTE
Aposta: Kirsten Dunst | Ataque dos Cães

A eterna Mary Jane de Homem-Aranha retrata com excelência a depressão vivida pela personagem Rose Gordon em “Ataque dos Cães”. Ela carrega boa parte da carga dramática do filme, que é simplesmente o maior sucesso entre os indicados ao Oscar, e tem uma atuação bem convincente. Não vejo alguém que possa tirar o prêmio dela.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

ATOR
Aposta: Benedict Cumberbatch | Ataque dos Cães

A condução do personagem de Benedict Cumberbatch impressiona, muito por causa da qualidade do roteiro e também da direção. Mas, com certeza, teria bem menos impacto se não fosse a excelente interpretação do ator. No entanto, também não será uma grande surpresa para mim se o prêmio for dado para Andrew Garfield, de “Tick, Tick… Boom!”.

ATRIZ
Aposta: Kristen Stewart | Spencer

Kristen Stewart, simplesmente, carrega “Spencer” nas costas, no papel da falecida Princesa Diana. Presente em todas as cenas e exigida a todo momento, a atriz não diminui o nível em momento algum. Porém, esta é a categoria que mais tenho dúvida. Nicole Kidman, de “Apresentando os Ricardo”, e Olivia Colman, de “A Filha Perdida”, também chegam forte.

DIREÇÃO

Aposta: Jane Campion | Ataque dos Cães

O filme está longe de ser o mais empolgante da história do cinema, mas é cheio de pontos positivos, em aspectos como trilha sonora, fotografia, som e atuações. E, para ter tantas qualidades assim, fica claro que houve uma ótima direção. Jane Campion também foi impecável na condução de momentos-chave da trama, manifestados de forma implícita.

FILME
Aposta: Ataque dos Cães

Sim, “Ataque dos Cães” tem tudo para ser o grande premiado na noite de domingo, por todos os motivos enumerados acima e também por inserir uma discussão sobre masculinidade tóxica num filme de faroeste, de uma forma bem ousada e inovadora. Porém, a minha torcida fica para “No Ritmo do Coração”. Foi o indicado que mais me agradou. O longa traz uma emocionante história sobre inclusão de pessoas com deficiência, com foco numa família de surdos, e consegue ser empolgante do início ao fim. É ótimo para quem quer um filme para intercalar choros e risos.

Rodrigo Alonso

Repórter do LIBERAL, está no grupo desde 2017. É “fifeiro” desde criança e, se puder, passa horas falando de filme e série, então nada melhor do que unir o útil ao agradável.

Estúdio 52

Quer saber sobre aquela série que está bombando na internet? Sim, temos. Ou aquele jogo que a loja do seu console vai disponibilizar de graça? Ok. Curte o trivial e precisa dos lançamentos do cinema? Sem problema, é só chegar.