22 de janeiro de 2021 Atualizado 22:16

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Editorial

Duvidosas pesquisas

Por Redação

27 nov 2020 às 08:29

As campanhas eleitorais na região ficaram marcadas, em 2020, pelas pesquisas contraditórias. Nesta semana, o LIBERAL entrevistou o prefeito eleito de Santa Bárbara, Rafael Piovezan (PV), que criticou o que se passou no município, em relação aos levantamentos com as intenções de voto. Em uma pesquisa divulgada na semana que antecedeu o pleito, o candidato ligado ao governo atual estava 32 pontos percentuais atrás do principal concorrente, Dr. José (PSD). O médico, nome da oposição, acumulava 52% das intenções, enquanto Rafael, apenas 20%.

O que se viu no domingo de eleições acabou se tornando algo para a história da cidade. Depois de ser anunciado vitorioso por uma rádio barbarense ligada a seu grupo político, mesmo antes de qualquer resultado por parte da Justiça Eleitoral, Dr. José viu suas comemorações se tornarem piada quando os números oficiais foram sacramentados. Na entrevista ao LIBERAL, o prefeito eleito disparou contra as previsões. “Alguém precisa explicar isso”, disse.

Mas não foi só em Santa Bárbara. Em Americana, o eleitor assistiu a uma guerra de pesquisas, que colocavam à frente cada um dos três principais concorrentes. Os números que mais lhes favoreciam eram usados em propagandas.

Diante de tantas disparidades entre as pesquisas, não há como o eleitor não se questionar sobre o quanto há de verossimilhança nas estatísticas. Apesar da legislação, há brechas que tornam os números facilmente manipuláveis.

Nesta eleição, ainda, soou estranho às autoridades o aumento no número de pesquisas bancadas pelos próprios institutos que as realizam. Em Americana, a maioria se deu neste formato, a preços baixíssimos. Não por acaso, os levantamentos do tipo entraram na mira de investigações federais. Talvez, desta forma, haja resposta para o questionamento do novo prefeito barbarense.

O Liberal

Neste blog você encontra a opinião do Grupo Liberal de Comunicação, por meio dos textos editoriais publicados na edição impressa.