18 de abril de 2021 Atualizado 22:26

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Blog da Eclética - por Jucimara Lima

Dia Nacional das Apaes: o que elas fazem?

Por Jucimara Lima

11 dez 2020 às 10:10

Hoje comemoramos o Dia Nacional das Apaes. A data faz referência à fundação da primeira Apae no País. Aliás, comemorar é uma boa palavra para se referir à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais, que trabalha diariamente para conquistar pequenas e grandes vitórias. Em um ano atípico, mais uma vez essa, que é uma das mais importantes e respeitadas associações do Brasil, se mostrou forte e feita de competência e amor. Na nossa região, temos grandes Apaes que fazem um bonito trabalho em prol dos deficientes e suas famílias. Como forma de divulgação e homenagem, conversamos com os presidentes das entidades de Americana, Nova Odessa, Sumaré e Santa Bárbara d’Oeste. Confira!

AMERICANA

A Apae de Americana foi fundada em 29 abril de 1968. Atualmente, atende 1,1 mil usuários desde o nascimento até a idade adulta. A entidade é presidida por Roberto Cullen Dellapiazza, cujo mandato é de 2020 a 2022. Roberto é administrador de empresas e a sua história com a Apae começou em 2015, quando era presidente do Rotary, clube de serviços responsável pela implantação do projeto para o Pediasuit (Protocolo Terapia Intensiva). Em 2017, aceitou o convite para ser membro da diretoria, onde atuou como diretor social até 2019.


Quais os serviços prestados pela Apae Americana?
A Apae oferta gratuitamente serviços nas áreas de saúde, educação, assistência social e inclusão ao
mercado de trabalho.

Quais as principais dificuldades que enfrentaram em 2020?
Desde o início da pandemia, nossos atendimentos presenciais e em grupos foram suspensos, porém, continuamos em acompanhamento e monitoramento dos nossos usuários por meio da nossa equipe técnica. Assim, contamos com atendimentos remotos e presenciais de urgência como realização de consultas médicas, emissão de receitas controladas, orientação com os profissionais nas diferentes áreas de atuação. Além disso, de acordo com a demanda, oferecemos aulas online, entrega de cestas básicas aos nossos usuários dentre outras ações. Também tivemos que suspender e reduzir alguns contratos de trabalho, pois alguns recursos de convênios foram suspensos.

Qual trabalho estão fazendo no momento para ajudar na manutenção da entidade?
Estamos com o nosso bazar permanente, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, na própria sede da entidade. Além disso, também estamos aceitando doações.

Qual a expectativa para 2021?
Mesmo diante da dificuldade em 2020, conseguimos muitos parceiros, e para o próximo ano, estamos reformando algumas salas de atendimento para receber nossos usuários em um ambiente agradável, diferente e com novos equipamentos. Como ficamos distantes esse ano, no próximo queremos recebê-los com muito carinho em um novo espaço. Sabemos que será muito diferente devido aos cuidados referentes à Covid-19, mas estamos planejando com muito amor.

NOVA ODESSA

A Apae de Nova Odessa foi fundada em 21 de agosto de 1980. Atualmente, ela atende 387 pessoas em seis programas especializados e equipe multidisciplinar. A entidade é presidida por João Edmilson Belini Filho, cirurgião dentista que é voluntário desde 2000, sempre acompanhando o desenvolvimento e crescimento da associação na cidade.

Quais os serviços prestados pela Apae Nova Odessa?
No momento, são seis programas especializados. Escola de Educação Especial, Centro de Apoio e Inclusão Escolar, Fala e Linguagem, Grupo de Estimulação Essencial, Deficiente Auditivo e Avaliação Multidisciplinar. A equipe é composta de fisioterapia, terapia ocupacional, fonoaudiologia, psicomotricidade, psicopedagogia, psicologia, pedagogia com especialização em educação especial, assistência social e médico neuropediatra. A equipe também desenvolve ações com familiares, em orientações e suporte nas áreas de assistência social, saúde e educação.

Quais as principais dificuldades que enfrentaram em 2020?
O ano de 2020 foi bastante exaustivo, muito complexo com atendimento à distância, onde sentimos a necessidade, principalmente, de apoio emocional aos usuários e seus familiares. Foram transmitidas videoaulas a todos os matriculados na Escola de Educação Especial. Os atendimentos aos demais programas foram presenciais, individualizados, onde mantivemos total segurança, seguindo as normas e os protocolos da OMS.

Qual trabalho estão fazendo no momento para ajudar na manutenção da entidade?
Nosso Bazar de Natal (online), com guirlandas, cadernos etc. E aceitamos encomendas de vários itens. Mais informações: (19) 3466-1391 ou pelo e-mail: apae novaodessa@apaenovaodessa.org.br

Qual a expectativa para 2021?
Continuar com todos os atendimentos e, diante de novas possibilidades, abranger maior número de pessoas com deficiência intelectual do nosso município.

SUMARÉ

A Apae de Sumaré foi fundada em 24 de julho de 1974. Atualmente, atende 400 pessoas (deficientes e suas famílias). A entidade é presidida por Ana Aparecida Dian, cujo mandato é de 2020 a 2022. Ana está em seu terceiro mandado, sempre foi diretora da associação, além de uma colaboradora atuante, independentemente de mandato.

Quais os serviços prestados pela Apae Sumaré?
Os serviços são prestados por uma equipe multidisciplinar, nas áreas de assistência social, educação e saúde. Temos profissionais nas áreas de medicina, fonoaudiologia, psicologia, terapia ocupacional, fisioterapia, pedagogia, assistência social e enfermagem.

Quais as principais dificuldades que enfrentaram em 2020?
Em 2020, face à pandemia, as atividades foram suspensas presencialmente, contudo, os serviços continuaram sendo prestados de forma remota, com acompanhamento de todos os profissionais, com muito empenho e boa vontade. A esses profissionais, quero deixar aqui registrada minha gratidão e reconhecimento porque sem recursos é difícil, mas, sem eles seria impossível.

Qual trabalho estão fazendo no momento para ajudar na manutenção da entidade?
Todos os eventos anuais foram suspensos, atingindo de forma severa os recursos próprios da entidade. No momento, estamos em campanha de arrecadação de alimentos para as famílias mais necessitadas. Ressaltamos que a área de assistência social foi e é de fundamental importância nesses momentos de adversidades.

Qual a expectativa para 2021? Esperamos que em 2021 continuemos com o mesmo empenho e entusiasmo, em manter a qualidade de nossos serviços. Apesar da pandemia, o que já é em parte garantido através dos convênios com o poder público municipal, estadual e federal. No entanto, precisamos de mais colaboradores da sociedade civil para garantir o aprimoramento da organização no que tange a sua estrutura física, como término de obras, reforma do sistema elétrico e outras necessidades que não estão contempladas com os recursos públicos.

SANTA BÁRBARA D’OESTE

A Apae de Santa Bárbara d’Oeste foi fundada em 24 de outubro de 1967. Atualmente, atende 585 pessoas com deficiências (intelectual, múltipla e com transtornos globais do desenvolvimento como os autistas). A entidade é presidida desde 2017 pelo engenheiro José Roberto Scarazzatti, que teve um irmão com deficiência, sempre foi voluntário em eventos, além de fazer parte da diretoria.

Quais os serviços prestados pela Apae Santa Bárbara d’Oeste?
Atendimento integral e integrado, através de equipe multidisciplinar composta por profissionais capacitados e habilitados em reabilitação e educação especial nas áreas da saúde, educação e assistência social.

Quais as principais dificuldades que enfrentaram em 2020?
Tempos difíceis e desafiadores, com uma crise sem precedentes de alcance mundial, gigantesca e com uma velocidade imensa, nos deixando sem saber muito bem o que fazer. A Apae de Santa Bárbara d’Oeste, assim como as demais organizações da sociedade civil do País, passou o ano de 2020 com muita dificuldade de executar seus serviços.
Para enfrentar essa situação a Apae vem realizando atendimentos aos usuários através de teletrabalho, visitas domiciliares consultas médicas presenciais, distribuição de cestas básicas, frutas, legumes, ovos, biscoitos, iogurtes, leite entre outros, além de distribuição de fraldas e medicamentos.

Qual trabalho estão fazendo no momento para ajudar na manutenção da entidade?
Para que a Apae possa cumprir com todos os seus compromissos a diretoria está solicitando às empresas, comunidade e prefeitura municipal ajuda emergencial para a Apae.

Qual a expectativa para 2021?
Que diminua os casos de contaminados pela Covid-19 no mundo inteiro. Que tenha vacina para todos e que a Apae vença todas as dificuldades encontradas em 2020.

Jucimara Lima

Blog da colunista social do LIBERAL, Jucimara Lima, com notícias e informações sobre Americana e região!