17 de maio de 2021 Atualizado 07:32

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Virando a Chave

Dez passos simples para uma autoestima elevada

A autoestima é muito importante porque resulta do quanto você gosta de si mesmo. Afinal, se você não se gosta de si mesmo, quem irá gostar?

Por Ivan Maia

08 fev 2021 às 14:34 • Última atualização 08 fev 2021 às 14:53

Segundo o dicionário português, a autoestima é uma avaliação positiva ou negativa que uma pessoa faz de si mesma em algum grau a partir de emoções, ações, crenças, comportamentos ou qualquer outro tipo de conhecimento sobre si próprio.

Como melhorar a sua autoestima? Existe hoje, uma quantidade enorme de pessoas que possuem a autoestima baixa. Digo isso porque encontro e recebo mensagens de pessoas de todos os lugares pedindo ajuda com isso.

Para começar vamos falar um pouco de três bases que compõem a autoestima. São elas:

Autoaceitação

A autoestima é muito importante porque resulta do quanto você gosta de si mesmo. Afinal, se você não se gosta de si mesmo, quem irá gostar?

Há pessoas que não se aceitam e sempre estão em busca de mudar tudo em sua aparência, como a cor dos olhos, tamanho do nariz, aumento do volume dos lábios etc.

Não é uma crítica, mas veja bem: você precisa se aceitar como é, porque quando pratica a autoaceitação, tudo fica mais fácil. O problema é que a humanidade quer ter o cabelo, nariz, olhos, corpo de outra pessoa… Você é livre para poder fazer o que quiser! Eu só estou aqui para lhe ajudar.

Competência social

A competência social é você ser bem aceito aonde for. É sentir-se seguro, confiante, e poder participar de uma roda de conversa, além de estar presente diante de uma pessoa com maior poder aquisitivo ou com poder posicional (autoridade), por exemplo.

Quando você tem o poder pessoal (que vem de dentro), você tem autoconfiança e consequentemente consegue participar de qualquer roda de conversa. Entra em qualquer lugar e conversa com todas as pessoas.

Autoconfiança

Se você tem boa autoimagem e autoestima, a consequência será uma boa autoconfiança! Um exemplo de autoconfiança é quando, por exemplo, alguém lhe pergunta se você sabe fazer determinada coisa e você responde: “eu nunca fiz, mas se me ensinar eu faço”. Ou então: “darei o meu melhor porque não desisto fácil”.

A pessoa que tem autoconfiança, anda com os ombros eretos e possui uma postura ativa, pois, quando a sua postura está na defensiva, o mundo não abre as portas para você.

Há uma frase que diz assim: “a convicção da própria capacidade é a melhor ferramenta que existe”. Quando você não confia em você, ninguém irá confiar e o mundo não vai te dar chances!

Confira os dez passos infalíveis para elevar a autoestima.

1) Elimine a culpa

Todos nós cometemos erros. Por isso, pratique o ato de perdoar-se. Diga a você: “eu me perdoo porque se pudesse voltar no tempo eu não faria isso de novo. Você sabe da sua verdade, por isso, livre-se disso, pois ela não te leva a lugar algum”.

2) Não se compare aos outros

Muitas pessoas ficam preocupadas com que os outros pensam sobre elas. Neste caso, sugiro que você cancele esses pensamentos. Não dê importância nenhuma sobre isso, pare de se preocupar com os outros e seja você mesmo.

Pare de competir com os outros e comece a competir com você mesmo: todos os dias você pode ser melhor, um pouco a cada dia. Quantas faculdades precisam para isso? Quantos idiomas? Nenhum, então não faça isso com você.

3) Seja você mesmo

Pare de falar mal de si mesmo, que você é medroso, inseguro, que não consegue dirigir, que é azarado etc. Tudo de ruim acontece no momento em que as palavras saem da sua boca.

Se não consegue falar nada de positivo sobre você, sugiro que não fale nada, ou então troque as palavras negativas pelas positivas.

4) Confie em você

Comece a se elogiar ao invés de se diminuir. Lembre-se que nossas palavras têm poder. Palavras criam pensamentos, pensamentos criam comportamentos e comportamentos geram resultados.

Para você acreditar mais em si mesmo, você precisa ter coragem, e a coragem não é ausência de medo, pelo contrário: é agir mesmo estando com medo! Tenha coragem de enfrentá-lo.

5) Seja mais compassivo com seus erros

Ser compassivo é ser mais paciente com seus erros. Quando errar, não seja um carrasco: corrija-o, perdoe-se e prossiga. Não fique olhando para os erros o tempo todo.

Não se cobre excessivamente e não fique se martirizando o tempo todo. Tenha mais paciência, bondade e aceite as limitações que todo ser humano possui. Uma vez que você consegue se perdoar e se aceitar, isso refletirá nas suas relações sociais.

6) Entenda o que funciona para você

O que faz você ter mais autoconfiança? Por exemplo, para mim o que faz com que me sinta mais confiante é gravar vídeos, falar com as pessoas, cumprimentá-las, fazer palestra, exercícios físicos, caminhada, levantar peso, e lutar com as minhas espadas, por exemplo. Tudo isso funciona para mim.

Descubra o que funciona para você. Não encha sua mente com inutilidades como programas de televisão, reality shows, novelas e tantos outros que não acrescentam na vida de ninguém.

7) Seja sincero com você

Não minta para você mesmo. Reconheça seus pontos fortes e fracos e seja sincero. Se prometeu alguma coisa, cumpra e honre seus compromissos. Mantenha o foco: termine tudo o que você começa, pois a vida não perdoa aquilo que você começa e não finaliza.

8) Comece a agradecer

A gratidão deve ser um exercício diário. Agradeça por tudo. Às vezes, acontecem situações em nossa vida que estão fora do nosso controle, mas mesmo assim agradeça. Não é fazer de conta que está tudo bem, mas ser grato mesmo pelas coisas difíceis possam vir a acontecer.

Uma coisa não deu certo, diga: “puxa, vou me preparar melhor da próxima vez”. Alguém te fechou no trânsito ou um projeto não deu certo, veja o que você pode aprender com esses acontecimentos, mesmo que sejam ruins.

9) Comemore sua vitória

Já parou para observar que no dia a dia as pessoas não comemoram suas vitórias? Elas são capazes de comemorar as vitórias de times de futebol e tantos outros, mas não comemoram a sua própria vitória: ter uma família, um trabalho etc.

Nós somos seres humanos e por isso somos movidos por pequenas vitórias. Comemore cada uma delas, pois a cada vez que isso ocorre você fica mais forte e confiante para lidar com as mais diversas situações.

10) Viva no presente

É cada vez mais comum encontrar pessoas que vivem no passado ou estão lá na frente, no futuro. Vivem tristes no passado ou preocupados no futuro.

Por isso é importante viver o agora! Agradeça pela vida, aproveite esse momento único que nunca mais irá voltar.

Abrace, beije as pessoas que você ama, agradeça por estar vivo. Se você não se sente motivado por estar vivo é porque já morreu. Desperte enquanto ainda há tempo, “arregace as mangas” e dê valor a sua vida. Ame as pessoas antes que seja tarde demais.

Para finalizar o texto há uma frase que gosto muito que diz assim:

“A autoestima é como uma flor que precisa ser regada. Depois que você começar a fornecer a água, ela cresce e se espalha por toda sua vida de forma positiva.”

Comece hoje a alimentar e cuidar de si e perceba como tudo fica mais simples e bonito em sua vida!

Ivan Maia

Ivan Maia é treinador emocional, estrategista empresarial, NLP Practiotiiner, palestrante, conferencista e escritor de livros. Ele tem mais de 3 milhões de alunos treinados em mais de 25 países.