28 de maio de 2022 Atualizado 13:45

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Papo de Finanças

Conheça seu perfil de investidor para não ter erro ao investir

Perfil é determinado por meio da análise chamada de "suitability", na qual o investidor responde algumas perguntas chave

Por Paulo Massarutto

24 Janeiro 2022, às 10h05

Seja você pessoa física ou jurídica, um bom planejamento financeiro vai te permitir não apenas honrar com seus compromissos, mas também construir um patrimônio sólido e realizar sonhos.

Tudo começa com o controle sobre o valor exato dos seus ganhos e gastos mensais, seguido pela economia que você consegue fazer. Isso já vai resultar em uma maior segurança financeira, além de dar suporte para que você consiga direcionar corretamente o valor real excedente para fazer novos investimentos.

Mas antes de escolher onde investir, o melhor caminho a seguir vai depender do seu perfil como investidor, seja ele conservador, moderado ou arrojado. Esse perfil do investidor, também chamado de suitability, é uma análise que traça suas preferências e expectativas em relação aos investimentos. Ela pode ser determinada a partir do momento que você responde algumas perguntas chave, como “qual o risco tolerável” e “qual o tempo de investimento”.

Se você se enquadra no perfil conservador, por exemplo, você provavelmente não estará disposto a correr tantos riscos. Por isso, neste caso você deve preferir um investimento que te dê segurança e liquidez, ainda que a rentabilidade possa ser um pouco menor.

Se o seu perfil é moderado, você pode optar por fazer investimentos em renda fixa e variável, o que pode te garantir certa segurança e uma rentabilidade um pouco maior. Investidores moderados não são completamente avessos ao risco e até aceitam assumi-lo até certo ponto para ganhar mais, mas, eles também se preocupam com a segurança. Normalmente, quem se inclui neste perfil já tem um conhecimento maior de como funciona o mercado financeiro.

Mas se você é experiente e está disposto a correr riscos, o caminho ideal será buscar por investimentos que tenham alta rentabilidade. Investidores que se enquadram neste perfil são agressivos, arrojados e estão dispostos até a correr riscos para ter um retorno maior. Geralmente são pessoas que possuem um amplo conhecimento do mercado, inteligência emocional e um património robusto, justamente para lidar com as pressões das possíveis perdas.

Seja qual for o seu perfil, é importante entender que ele não é uma espécie de limitador na hora de escolher novos investimentos, mas um direcionador que o levará a tomar as melhores decisões. E lembre-se: diversificar a carteira de investimentos é fundamental independente do seu perfil. Não é porque você é do tipo moderado, por exemplo, que vai aplicar seu dinheiro apenas na renda fixa. Diversifique, investindo quantias menores nas aplicações mais arriscadas, e maiores, nas mais garantidas.

Com tudo isso, você já entendeu que precisa descobrir qual o seu perfil de investidor, não é?! Só assim você pode traçar o melhor plano e não cometer erros no momento de investir o seu capital. Comece já!

Paulo Massarutto é diretor administrativo financeiro da Cocre

Papo de Finanças

Para quem gosta de cuidar do próprio dinheiro, toda semana informações sobre educação financeira, investimentos, ESG e cooperativismo. Blog assinado pelos especialistas Nivaldo José Camillo de Oliveira, Paulo Massarutto e Evandro Piedade do Amaral.