07 de março de 2021 Atualizado 20:39

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Editorial

Chuvas e prejuízos

Por Redação

15 jan 2021 às 08:27

A temporada de chuvas tem provocado prejuízos aos moradores de Americana e região. Nesta semana, por exemplo, registros de pontos de alagamentos rodaram o noticiário e as redes sociais. As precipitações têm sido intensas. Em Santa Bárbara d’Oeste, o volume de chuva entre terça e quarta-feira foi o maior para um período de 24h desde 2015.

Nesta quarta, Americana voltou a ver velhos pontos onde os alagamentos são comuns e novamente tomados pela água da chuva. Nas imediações da Rodoviária, um carro ficou ilhado no cruzamento entre as avenidas da Saúde e Antonio Pinto Duarte. Por ali, o Córrego São Manoel sempre transborda quando chove muito.

Ainda na cidade, regiões como a da Rua Carioba, praticamente toda utilizada por comércios e serviços, também voltaram a sofrer com as enchentes. No Cordenonsi, a Rua Diogo de Faria amanheceu com os rastros de mais uma cheia. A via fica próxima ao leito do Ribeirão Quilombo, que transbordou e deixou pontos de alagamento também na Avenida Bandeirantes.

As chuvas mais intensas e os estragos que provocam nas cidades da região reforçam a existência dos problemas históricos. As enchentes não são nenhuma novidade nos bairros e vias onde elas ocorrem – cientes do risco, moradores convivem com a preocupação constante no período e apelam para improvisos para evitar perder, muitas vezes, o pouco que têm dentro de casa.

Há de se reconhecer que, pela região, iniciativas foram executadas para conter as enchentes nos últimos anos, mas os flagrantes que surgem temporal após temporal demonstram a necessidade de se fazer mais. Aos gestores, é preciso traçar soluções. Desenvolvimento de projetos eficientes, busca por investimentos em outras esferas de governo e monitoramento constante das áreas de risco são medidas básicas.

O Liberal

Neste blog você encontra a opinião do Grupo Liberal de Comunicação, por meio dos textos editoriais publicados na edição impressa.