27 de setembro de 2021 Atualizado 22:32

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Editorial

Chamado de resgate

Por Redação

03 nov 2020 às 08:01

As mesmas páginas que serviram para enaltecer e transmitir o entusiasmo de iniciativas populares pela revitalização de espaços públicos, especialmente praças, em Americana, também serviram, neste domingo, para trazer à tona um retrato desolador daquela que é a pedra fundamental nesse movimento. O LIBERAL mostrou como está degradada a área verde que ficou conhecida como Praça do Tio Gága, no Jardim Glória.

Rapidamente popularizada, principalmente entre famílias da cidade, graças ao cuidado com o espaço ao ar livre em um endereço de acesso gratuito, a praça tem tido sua manutenção comprometida por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

A missão, espontaneamente assumida há cerca de três anos por Luiz Gonzaga Trevisani, o Tio Gága, e Arody Dias Trevisani, marido e mulher, que moram em frente à área, esbarra nas recomendações das autoridades de saúde em relação ao distanciamento social e ao uso de itens de proteção, como máscaras e álcool em gel, uma prática nem sempre seguida por frequentadores, o que afugenta a presença do casal, já que ambos têm 63 anos de idade.

Fora isso, o uso indevido de brinquedos projetados para crianças e o descarte de lixo incorreto, jogado até mesmo no chão, também aceleram a soma de problemas assistidos com angústia por quem viu na praça, com cerca de 10 mil metros quadrados, um modelo de ambiente para o convívio coletivo da maneira mais saudável possível.

Arregaçar as mangas em mutirão pela preservação desse espaço singular em Americana é um desafio que ressoará, sem dúvida, entre apoiadores de práticas como a inspirada em Tio Gága. Cabe ainda convocar, porém, o poder público, para que estenda sua mão diante desse cenário e assuma o interesse de contribuir, no que for possível, com esse chamado de resgate, antes que se trate de um quadro irreversível.

O Liberal

Neste blog, você encontra a opinião do Grupo Liberal por meio dos textos editoriais. Há mais de 60 anos, no espírito e no coração, compromisso com a verdade.