17 de setembro de 2021 Atualizado 13:07

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Artigos de leitores

Celibato, uma resposta generosa

Por Maria Cristina de Souza

14 set 2021 às 08:47 • Última atualização 14 set 2021 às 08:48

O celibato é um dom. A iniciativa é de Deus que cria a pessoa para este estado de vida. Com esta afirmação do fundador da Comunidade Canção Nova, monsenhor Jonas Abib, gostaria de partilhar com você um pouco desse estado de vida.

A pessoa que é chamada a ser celibatária na comunidade Canção Nova inicia seu percurso com o discernimento e amadurecimento na vocação. Os seus membros seguem fazendo o que chamamos de “caminho’’.

Mas, em um mundo marcado por realidades terrenas, podemos nos perguntar: ainda existem pessoas que se consagram ao celibato? E a resposta é simples: enquanto houver amor, existirão almas que se consagram ao “Deus Amor” por causa do Reino dos Céus. E foi por causa desse amor que há 19 anos me consagrei a Deus no celibato na Canção Nova.

Nasci em uma família numerosa e minha mãe sempre rezava pedindo a Deus que, se fosse da sua vontade, um dos filhos fosse consagrado, mas não imaginava que Deus me chamaria.

Acredito que o celibato é uma resposta aos planos de Deus nos tempos de hoje, pois na história da Igreja, Deus suscita novos carismas justamente para atender a necessidade desse tempo.

As pessoas que se consagram a Deus devem viver em contínua vigilância e espera do “Senhor que vem,” através do seu testemunho de vida, como uma vocação escatológica. Essa vocação comporta uma vida de intimidade com Deus.

Gosto da vida dos santos e santas da nossa Igreja, porque viveram nesta terra fazendo o bem. E muitos deles eram celibatários. Como madre Tereza de Calcutá, que viveu sendo o rosto da caridade de Cristo.

A missão de cada celibatario é saciar a sede que Deus tem da nossa alma, e, como consequência dessa experiência, somos chamados a ser vasos comunicantes da verdade que é Jesus. Só assim contemplaremos a beleza que vem de Deus, a caridade, que é o dom maior. Porque Deus é amor.

Maria Cristina de Souza
Missionária celibatária da Canção Nova

Colaboração

Artigos de opinião enviados pelos leitores do LIBERAL. Para colaborar, envie os textos para o e-mail opiniao@liberal.com.br.