16 de janeiro de 2021 Atualizado 19:36

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Editorial

Carreata política

Por Redação

03 dez 2020 às 07:58

Novamente, um grupo de oposição ao governador João Doria (PSDB) promove uma carreata para atacá-lo por conta do combate à pandemia. O ato tem a organização dos vereadores eleitos Marschelo Meche (PSL), de Americana, e Felipe Corá (Patriota), de Santa Bárbara. Este, em entrevista ao LIBERAL, criticou o que chama de “politização da pandemia”, em referência à decisão do Estado em retomar a fase amarela logo após o segundo turno das eleições.

Nada mais político, porém, o que fazem Meche e Corá. O primeiro, vereador eleito em 2016 em Americana, carrega uma atuação pífia no Legislativo. Apesar disso, conseguiu a reeleição neste ano com pouco mais da metade dos votos que teve há quatro anos. Nas redes sociais, é bolsonarista roxo e xinga Doria.

Felipe Corá, de 26 anos, foi eleito vereador à câmara barbarense pela primeira vez, neste ano, se dizendo conservador, crítico da velha política, da mídia e um “soldado de Bolsonaro”, típico perfil dos negacionistas da pandemia.

O ato da dupla passa longe da preocupação com o fechamento do comércio ou com a saúde da população. É meramente uma tentativa de minar o governador, lançando acusações e suspeitas sem qualquer embasamento que não as correntes de WhatsApp que devem receber.

Não se trata, porém, de se fechar aos olhos ao que Doria e seu comitê determinam para o Estado diante da pandemia. As críticas de que a gestão deveria ter retomado as restrições dias atrás, quando os alertas de um novo avanço do vírus já estavam na mesa, por exemplo, são coerentes.

Mas, em vez de se propor algo construtivo, há quem prefira buscar o conflito. Para além das bandeiras do Brasil e das placas de “fora Doria”, sugere-se ao movimento, portanto, ao menos algum adereço que incentive a prevenção. Talvez pudessem ser mais úteis do que a retórica bolsonarista anti-Doria.

O Liberal

Neste blog você encontra a opinião do Grupo Liberal de Comunicação, por meio dos textos editoriais publicados na edição impressa.