10 de maio de 2021 Atualizado 19:46

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Artigos de leitores

Bons amigos para sempre

Por Oswaldo Vicentin

10 dez 2020 às 09:42

Naquele tempo, a cidade de Americana limitava-se à Santa Bárbara d’Oeste até onde ainda existe a Indústria Nardini. Entre os municípios só havia florestas e pastos. Entretanto, com o desenvolvimento populacional, demográfico, econômico e cultural, hoje as cidades estão unidas. E o mais importante de tudo isso é esse compartilhamento de amizade e de amor.

Estarão sempre em minha memória os bons tempos que estudei e me formei em contabilidade na Escola de Comércio Pedro II de Americana. Uma fase maravilhosa e responsável pelo sucesso no caminho de nossa vida.

Naqueles tempos algumas vezes eu e meus companheiros ao deixar a escola vínhamos a pé para Santa Bárbara. A agora Avenida Santa Bárbara era uma simples estrada de terra ladeada por árvores frondosas e eucaliptos. A meia-noite voltávamos da escola entre brincadeiras e correrias recebendo o aroma gostoso dos eucaliptos embalados pelo vento. Em algumas vezes “enforcávamos” as aulas para ir ao Cine Brasil, do senhor Abdo Najar, que conheci pessoalmente.

Todavia, tivemos a sorte de aprender com uma equipe de professores capacitados e rigorosos. Nunca esqueceremos de Armindo Chinelato, diretor, e os professores como Nascimento, Luiz Furini, Franciscangelli, Rampazo, Soriano e outros.

Guardo boas recordações de Americana onde também trabalhei como assessor administrativo da Clínica São Lucas no ano de 1971, sob orientação da Auditora Vanguarda, onde aprendi a fazer custos com meus amigos Nelson Rossi e Ronaldo Vasques, que hoje moram no céu. Que estas simples palavras sejam uma forma de prestar nossa gratidão a todos americanenses e a esses grandes professores e amigos.

Que boas recordações de um tempo romântico que com bem diz aquele filme “E o vento levou”. Um feliz Natal e um bom ano de 2021!

Oswaldo Vicentin é contador, jornalista e escritor

Colaboração

Artigos de opinião enviados pelos leitores do LIBERAL. Para colaborar, envie os textos, com 1.800 caracteres (já contando os espaços), para o e-mail opiniao@liberal.com.br.