24 de janeiro de 2022 Atualizado 07:43

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Artigos de leitores

As dualidades do esporte

Por Marcelo Pereira

02 dez 2021 às 07:18 • Última atualização 02 dez 2021 às 07:19

Entende-se a Educação Física como sendo uma disciplina que introduz e entrega o aluno na cultura corporal de movimento. Ela forma o cidadão que vai produzi-la, reproduzi-la e transformá-la, capacitando-o para usufruir os jogos, os esportes, as danças, as lutas, as ginásticas em benefício do exercício crítico da cidadania e da melhoria da qualidade de vida.

Compromisso, esforço, perseverança, humildade e respeito são valores que praticados se tornam importantes ferramentas na construção do caráter do indivíduo, mas o envolvimento esportivo e os objetivos formulados por técnicos desportivos parecem afetar o desenvolvimento moral dos praticantes. Isso ganha uma proporção enorme quando contextualizado ao princípio da aprovação social onde consideramos o que é adequado quando seguido por outros.

Em pesquisa recente em jovens esportistas, 9% dos alunos de 5ª a 8ª série “colam”, 30% tentaram machucar um oponente e 27% tiveram atitude “antidesportiva” (Shields & Bredemeier, 2005).

Independentemente do tipo de “pano de fundo” que entendemos que possa existir em esportes de alto rendimento, “flauteio” e condutas como a de Deyverson na final da Taça Libertadores da América, se tornando assim recorrentes, colocam em cheque os valores do esporte e devem sempre ser pontuados para que tragamos a régua de volta ao prumo da moralidade do ensino e assim manter a civilidade ou ao menos a consciência do ocorrido. O limite de mentiras e simulações deve sempre ser claro para que não se torne senso comum.

O espírito esportivo é pujante e na contramão do atacante vimos o posicionamento do goleiro Weverton, que com palavras de acolhida e fé iluminaram e devem sempre ser almejadas em momentos de plenitude, realização e concretização de objetivos, trabalhos e metas.
A dualidade no esporte e sua analogia com vida são claras, tenhamos consciência e que possamos fazer a melhor escolha.

Marcelo Pereira é profissional de Educação Física

Colaboração

Artigos de opinião enviados pelos leitores do LIBERAL. Para colaborar, envie os textos para o e-mail opiniao@liberal.com.br.