20 de junho de 2021 Atualizado 20:54

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Suas Telas

‘A Cor do Poder’ e outros destaques de séries e conteúdos on demand

Seriado disponível na Globoplay é ambientado na realidade distópica do continente Albion

Por Geraldo Bessa / TV Press

18 jan 2021 às 14:17

A Cor do Poder: Força do amor

Em “A Cor do Poder”, Sephy (Masali Baduza) e Callum (Jack Rowan) eram amigos quando crianças, mas passaram muitos anos sem se ver. O reencontro inesperado desperta uma paixão tão arrebatadora quanto impossível. Sephy pertence à Elite, classe dominante negra, e namora o imprevisível Lekan (Jonathan Ajayi). Já Callum é branco, integrante da classe baixa de escravos recém-libertados conhecida como Zeros. A luta dos jovens para viver seu amor é o fio condutor da série.

A Cor do Poder – Foto: Divulgação

Com trilha sonora assinada por Jay-Z, que também é o produtor-executivo, a produção é baseada no livro “Noughts & Crosses” da autora britânica Malorie Blackman, condecorada em 2008 com a Ordem do Império Britânico pelos serviços prestados à literatura. Filmada na África do Sul, a história é ambientada na realidade distópica do continente Albion. Nessa sociedade marcada por disputas políticas e rígidas leis, Sephy e Callum se esbarram novamente, enquanto ele trabalha como garçom na sofisticada festa de aniversário da mãe dela. Encantados um pelo outro, eles desafiam as regras locais e suas próprias famílias, provocando mudanças nem sempre tranquilas em todo o universo que os cerca.
> Na Globoplay

The Stand: Medo clássico

A série “The Stand” é a visão apocalíptica de Stephen King de um mundo dizimado pela praga e envolto em uma luta elementar entre o bem e o mal. O destino da humanidade repousa sobre os ombros frágeis da Mãe Abagail (Whoopi Goldberg), de 108 anos, e um punhado de sobreviventes. Seus piores pesadelos estão personificados em um homem com um sorriso letal e poderes indizíveis: Randall Flagg (Alexander Skarsgård), o Homem de Preto. “The Stand” se encerrará com um novo final escrito pelo próprio autor para esta adaptação. Além de Whoopi Goldberg e Alexander Skarsgård, a série também apresenta James Marsden, Odessa Young, Daniel Sunjata e Greg Kinnear no elenco. Produzida pela CBS Studios e distribuída internacionalmente pelo ViacomCBS Global Distribution Group. Benjamin Cavell atua como showrunner e produtor executivo ao lado de Taylor Elmore, Will Weiske, Jimmy Miller, Roy Lee e Richard P. Rubinstein.
> Na Starzplay

Tiger – Foto: Divulgação

Tiger: Esporte e polêmica

O documentário “Tiger”, mostra em detalhes a ascensão, queda e o retorno do golfista e um dos atletas de maior destaque da história mundial: Tiger Woods. Produzida pela HBO Sports e Jigsaw Productions em parceria com a Our Time Projects, a produção exibe imagens inéditas e entrevistas exclusivas com personagens que conhecem Woods muito bem: como seu antigo assistente e amigo, Steve Williams, a lenda do golfe e seis vezes campeão Sir Nick Faldo, o amigo e biógrafo de Earl Woods, o pai de Tiger, Pete McDaniel, e o primeiro amor do atleta, Dina Parr. O especial também conta com a participação de Rachel Uchitel, a mulher no centro do escândalo sexual que abalou a carreira de Tiger Woods, que quebra o silêncio neste documentário em uma entrevista exclusiva na qual conta, pela primeira vez, como foi seu relacionamento com o golfista. O ganhador do Oscar Alex Gibney produz este documentário junto com Sam Pollard, Stacey Offman, Richard Perello, Armen Keteyian e Jeff Benedict.
> Na HBO Go

The Disappearance: Na busca

Com seis episódios de 45 minutos cada, o FOX Premium disponibiliza a minissérie canadense “The Disappearance”. O drama é centrado no desaparecimento do menino Anthony Sullivan (Michael Rindeau) de apenas 10 anos. Ele some durante uma brincadeira de caça ao tesouro, que costuma fazer com o avô Henry (Peter Coyote). Apesar da polícia ter sido acionada para o caso, a microbióloga Helen (Camille Sullivan) e o músico Luke (Aden Young), um casal recém separado, juntam forças e fazem sua própria investigação para encontrar o filho. Eles acabam por desenterrar muitos segredos da família, e devem permanecer juntos para superá-los e encontrar o garoto. Escrita por Normand Daneau e Geneviève Simard, a série tem direção assinada por Peter Stebbings e conta com produção da Productions Casablanca, Bell Media Studios e NBCUniversal International Studios. O elenco conta ainda com Joanne Kelly como Catherine Sullivan, Micheline Lanctôt como a detetive Susan Bowden, Kevin Parent como o detetive Charles Cooper e Neil Napier como Fred Cameron.
> Na Fox Premium

No Escuro – Foto: Divulgação

No Escuro: Sentidos apurados

Na série de suspense “No Escuro”, Murphy (Perry Mattfeld) é uma jovem de vinte e poucos anos com deficiência visual que não tem muitos limites quando o assunto é viver intensamente e fazer o que lhe dá vontade sem pensar nas consequências. Ela é a personagem central da trama da nova série exclusiva de investigação do Globoplay, cujas duas primeiras temporadas já estão disponíveis no aplicativo. A terceira temporada da obra, que conta com Ben Stiller como um dos produtores executivos, também já está confirmada e chegará ao catálogo em breve. No desenvolver da história, Murphy parece não se preocupar com nada e nem com ninguém, até que sua vida muda completamente durante uma noite. Ao lado de seu cão-guia, Pretzel, Murphy se depara com o que tem a certeza de ser o corpo sem vida de seu melhor amigo, Tyson, em um beco. Quando a polícia chega, não encontra nenhum vestígio do que ela relata. Agora, a jovem está determinada a descobrir a verdade sobre o assassinato do amigo, não importa o que precise enfrentar.
> Globoplay

Batwoman – Foto: Divulgação

Batwoman: Sombras da justiça

A segunda temporada de “Batwoman” é um dos destaques da programação de janeiro da HBO Go. Javicia Leslie dá vida a Ryan Wilder, a primeira Batwoman negra em uma série ou filme para a televisão. O elenco também conta com Dougray Scott, Rachel Skarsten, Meagan Tandy, Nicole Kang e Camrus Johnson. Lésbica, audaciosa e extremamente inteligente, Ryan vê o Bat-uniforme como sua chance para se libertar de um passado difícil e tornar-se poderosa. No início da temporada, ela usa os trajes de Kate Kane mas, à medida em que cresce no papel, vai criando seu próprio visual para se lançar em uma jornada pessoal que a leva de substituta, morando em uma van, a uma confiante heroína que persegue os vilões no Batmóvel. Ryan Wilder se torna uma Batwoman muito diferente de Kate Kane, mas com a mesma compreensão do que significa ser herói.
> Na HBO Go

Carta Z Notícias

Blog que traz os principais destaques da televisão brasileira! Confira dicas de programação e outros conteúdos sobre as celebridades.