JucaJazz de fevereiro

Atração principal desta 20ª edição foi o grupo Bloody Mary e Os Dry Martinis, que levou ao palco do John Gow muito swing, Soul e Jump Blues


A edição de fevereiro do JucaJazz foi bem especial. Além de mais uma vez trazer para Americana atrações musicais de alto nível, o evento comemorou seus dois anos de atividades celebrando um dos estilos musicais mais importantes e influentes do século 20.

A atração principal desta 20ª edição foi o grupo Bloody Mary e Os Dry Martinis, que levou ao palco do John Gow muito swing, Soul e Jump Blues através de versões de clássicos de Etta James, Little Walter, Muddy Waters e Louis Armstrong, além de releituras curiosas de compositores contemporâneos como Madonna, Michael Jackson e Amy Winehouse. E se você perdeu, não se preocupe, o idealizador do JucaJazz, Juarez Godoy, já está pensando na edição de março.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!