Eclética N. Odessa traz homenagem ao dia das mães

Coluna traz algumas mães de N. Odessa representando as demais em suas áreas de atuação e em sua missão de distribuir amor


“Mãe, hoje eu descobri que eu cresci. É que de repente eu me vi tão sozinho na estrada. Mãe, hoje eu precisei de você, eu não sabia o que fazer. Me vi de mãos atadas. Mãe, o que é que a gente faz quando o sucesso não traz a paz que a gente procura? Mãe, hoje aqui sozinho eu rezei, aqui no meu cantinho eu chorei. E chorando fiz uma jura…”. O trecho da música de Rick & Renner mostra a importância da mãe na vida da gente.

Ou então, ir um pouco além para descrever um pouquinho do que ela representa ao filho, na linda canção de Eyshila: “Quantas vezes eu não te escutei, e escolhi os meus caminhos, mas você não desistiu de mim. Você sempre viu muito além, do que os outros conseguiram ver, e porque você orou, eu venci…”. Trouxemos algumas mães na Eclética Nova Odessa de hoje representando as demais em suas áreas de atuação e em sua missão de distribuir amor. Parabéns e gratidão eterna à minha e a todas as mães!

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!