22 de Maio de 2020 Atualizado 22:37

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Sumaré

Sumaré tem quinta morte por coronavírus

Cidade tem 117 casos positivos da doença e é o município da RPT com mais confirmações

Por Marina Zanaki

17 Maio 2020 às 18:09 • Última atualização 17 Maio 2020 às 18:54

A Prefeitura de Sumaré informou, neste domingo (17), a quinta morte provocada pelo novo coronavírus (Covid-19) no município.

O paciente era um homem de 79 anos que estava internado em um hospital de Paulínia. Ele sofria de comorbidades e morreu neste domingo.

O boletim epidemiológico traz ainda que o município contabiliza 117 casos positivos para a doença – 12 a mais do que o boletim de sábado (16).

Com essa atualização, a cidade ultrapassa Hortolândia no número de casos e se torna o município com mais positivos. Segundo boletim de sábado, Hortolândia contava com 107 casos confirmados laboratorialmente.

Entre os 117 casos de Sumaré, 82 pacientes estão curados, 24 cumprem isolamento domiciliar, cinco morreram e seis estão internados.

Sumaré tem 155 casos suspeitos, dos quais quatro morreram, nove estão internados e os demais cumpriram ou estão cumprindo isolamento domiciliar.

MORTES
A primeira vítima do coronavírus na cidade foi uma mulher de 66 anos que sofria de comorbidades e morreu no dia 12 de abril.

O segundo óbito foi de uma mulher de 79 anos que estava internada na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Macarenko. Ela sofria de comorbidades e morreu no dia 24 de abril.

O terceiro paciente que morreu por coronavírus na cidade foi um idoso de 85 anos que estava internado na UPA Macarenko e morreu no dia 11 de maio. Ele não era portador de nenhuma comorbidade, segundo a prefeitura.

A quarta morte por coronavírus na cidade foi um homem de 104 anos que tinha comorbidade e estava internado no AME (Ambulatório Médico de Especialidade) de Campinas.

A morte foi no dia 5 de maio, mas a confirmação da causa por coronavírus foi divulgada apenas no dia 14.

ISOLAMENTO
Segundo o Sistema de Monitoramento Inteligente do Governo de São Paulo, Sumaré teve apenas 41% de isolamento social na sexta-feira (15). O ideal é que o percentual fique, no mínimo, em 55%.

Os dados de sábado e domingo ainda não foram atualizados na plataforma do governo estadual, que utiliza informações de empresas de telefonia.

Podcast Além da Capa
Diante da crise provocada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), em virtude da determinação de paralisação de atividades econômicas e do isolamento social forçado pela quarentena, o reflexo no mercado de trabalho é um dos principais termômetros para medir os danos. Nesse episódio, o editor Bruno Moreira conversa com o repórter George Aravanis, que trata do aumento dos pedidos de seguro-desemprego e acompanha os anúncios de suspensões de contrato de trabalho em empresas da RPT (Região do Polo Têxtil).