Sumaré fecha comércio e impede eventos

Decreto com medidas de prevenção ao coronavírus foi anunciado na noite desta sexta (20) pela prefeitura; cidade investiga 61 suspeitas de Covid-19


O prefeito de Sumaré, Luiz Dalben (Cidadania), determinou a suspensão temporária de funcionamento do comércio e a realização de festas, cultos religiosos e eventos com aglomeração. A exceção é para serviços essenciais, como supermercados, farmácias e restaurantes. A decisão consta do decreto 10.775, anunciado às 22h desta sexta-feira (20) pela prefeitura.

Somente poderão permanecer em atividade comércios de venda de produtos alimentícios (hipermercados, supermercados, minimercados, mercearias e afins, padarias, açougues, peixarias, feiras livres (feira food – não consumir no local), quitandas, padarias, centros de abastecimento e congêneres, restaurantes e lanchonetes (com distanciamento mínimo de 2 metros entre as mesas) e operações de delivery.

Saiba tudo sobre o coronavírus, o que ele provoca e como se prevenir

Também poderão manter as atividades os serviços e produtos de saúde (farmácias, drogarias, clínicas médicas e laboratórios) e postos de combustíveis, loja de conveniências, loja de alimentação para animais, distribuidora de gás e lojas de venda de água mineral.

A relação de estabelecimentos poderá ser reavaliada a qualquer momento, segundo a assessoria de imprensa do governo municipal. Os estabelecimentos que desrespeitarem a suspensão de suas atividades terão seu alvará de funcionamento suspenso e, em caso de reincidência, cassado.

Sumaré não registra casos positivos de coronavírus (Covid-19). Há 61 casos suspeitos na cidade.

O decreto também determina a suspensão da realização de bailes, shows, festas de casamentos, eventos em chácaras, cultos religiosos e de todo e qualquer evento no município que implique em aglomeração de pessoas.

Além da Capa, o podcast do LIBERAL

A edição de número #27 do podcast “Além da Capa” traz a experiência de ex-moradores de Americana que hoje vivem em países onde o novo coronavírus já se alastrou de maneira mais ampla, revelando um pouco mais sobre este problema em crescimento no Brasil. Ouça:

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora