19 de outubro de 2020 Atualizado 13:49

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

Sumaré decide manter aulas remotas em outubro

Sumaré é a primeira cidade da RPT a se posicionar sobre o retorno em outubro, data autorizada pelo do Plano São Paulo

Por Marina Zanaki

22 set 2020 às 19:04

A Secretaria de Educação de Sumaré decidiu que não vai retomar as aulas presenciais da rede municipal em outubro. Em decreto publicado este mês, a prefeitura já havia regulamentado que as atividades seguiriam remotas na cidade, com reavaliações periódicas de acordo com a situação epidemiológica.

Nesta terça-feira (22), a prefeitura confirmou ao LIBERAL que não vai retomar as aulas presenciais a partir de 7 de outubro, data em que houve a autorização por parte do Plano São Paulo. Sumaré é a primeira cidade da RPT (Região do Polo Têxtil) a se posicionar sobre o retorno em outubro.

Questionada sobre a definição sobre as aulas no próximo mês, a prefeitura respondeu que “o Comitê Intersetorial para Ações de Retorno às aulas presenciais em Sumaré manteve a decisão da manutenção do ensino remoto na Rede Pública Municipal de Ensino e das escolas conveniadas”.

A cidade autorizou, no dia 14 de setembro, o retorno das atividades de instituições privadas de educação básica, profissional e ensino superior. A decisão compete a cada instituição.

Sumaré identificou que 87% dos responsáveis de alunos de escolas municipais e conveniadas à prefeitura não desejam o retorno presencial. A pesquisa ouviu 12.636 pessoas e foi divulgada junto com o ato normativo.

Americana, Hortolândia e Nova Odessa ainda não se definiram sobre o assunto. Esta última informou que a decisão deve ser tomada até segunda-feira. Santa Bárbara d’Oeste não respondeu.

Publicidade