04 de julho de 2020 Atualizado 22:26

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

Sumaré confirma mais uma morte e passa de 200 casos de coronavírus

Cidade é a primeira da RPT a bater a marca dos 200 casos, chegando a 208 nesta terça; desses, 11 morreram e mais de 160 estão curados

Por Marina Zanaki

02 jun 2020 às 17:27 • Última atualização 02 jun 2020 às 21:54

A Prefeitura de Sumaré confirmou a 11ª morte provocada pelo novo coronavírus (Covid-19) em um morador da cidade. A paciente era uma mulher de 80 anos, que estava internada no Hospital Celso Pierro, em Campinas.

Ela morreu no dia 24 de maio, mas o caso foi divulgado pela prefeitura somente nesta terça-feira (2). Segundo a prefeitura, a paciente sofria de comorbidade.

Sumaré é a primeira cidade da RPT (Região do Polo Têxtil) a bater a marca dos 200 casos de coronavírus.

Nesta terça, a prefeitura informou que mais nove moradores da cidade testaram positivo para a doença, elevando para 208 o número de confirmações. Desses, 164 estão curados, segundo a prefeitura.

Entre os novos casos, há uma paciente que está internada. Trata-se de uma mulher de 52 anos, com comorbidade, internada na Unimed Campinas.

Os demais casos positivos desta terça na cidade são cinco mulheres, de 44, 23, 33, 36 e 56 anos; e três homens, de 29, 41 e 25 anos.

Cidade mais populosa da região, Sumaré já registrou casos confirmados em 86 bairros. A área central é a mais afetada, com 53 pessoas que testaram positivo.

Veja abaixo a distribuição dos casos por bairro divulgada nesta terça:

Podcast Além da Capa
O novo coronavírus representa um desafio para a estrutura de saúde de Americana, assim como outros municípios da RPT (Região do Polo Têxtil), mas não é o primeiro a ser encarado. H1N1, dengue, malária, febre maculosa. Outras doenças também modificaram rotinas, exigiram cuidados além do trivial – ainda que não tenha havido quarentena, como agora – e servem de experiência para traçar paralelos com o atual cenário. Nesse episódio, o editor Bruno Moreira conversa com a repórter Marina Zanaki, que assina uma série de reportagens sobre outras epidemias em Americana.