19 de abril de 2021 Atualizado 14:06

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Covid-19

Sumaré confirma 22 mortes e bate recorde em único boletim; região chega a 1.686 óbitos

Boletim divulgado nesta segunda-feira eleva número de vítimas em Sumaré para 523; demais cidades comunicam 41 óbitos

Por André Rossi

29 mar 2021 às 21:32

A Prefeitura de Sumaré comunicou nesta segunda-feira (29) mais 22 mortes provocadas pelo novo coronavírus (Covid-19). É o maior número de vítimas confirmado em um único boletim, que inclui os dados “represados” do fim de semana.

A cidade lidera a RPT (Região do Polo Têxtil) em mortes, com 523. São 15.323 casos confirmados, dos quais 190 pacientes em isolamento domiciliar e 107 internados. Até o momento, 14.503 pessoas se recuperaram na cidade.

Do novo boletim, a vítima mais jovem era um homem de 33 anos, sem comorbidades. Ele estava internado na Casa de Saúde Campinas e faleceu no dia 25 de março. O perfil dos demais óbitos:

  • 24/03: Mulher de 95 anos, com comorbidades. Estava internada na UPA Macarenko;
  • 25/03: Mulher de 39 anos, com comorbidades. Estava internada na UPA Macarenko;
  • 25/03: Homem de 60 anos, com comorbidades. Estava internado na UPA Macarenko;
  • 24/03: Mulher de 56 anos, com comorbidades. Estava internada na UPA Macarenko;
  • 27/03: Homem de 58 anos, com comorbidades. Estava internado na UPA Macarenko;
  • 27/03: Homem de 68 anos, com comorbidades. Estava internado no Hospital Estadual de Sumaré;
  • 27/02: Mulher de 63 anos, com comorbidades. Estava internada em Itupeva no Hospital Nossa Senhora Aparecida;
  • 06/03: Homem de 82 anos, com comorbidades. Estava internado no Hospital Beneficência Portuguesa Campinas;
  • 21/03: Mulher de 73 anos, com comorbidades. Estava internada no Hospital Municipal de Paulínia;
  • 26/03: Mulher de 74 anos, com comorbidades. Estava internada na UPA Macarenko;
  • 26/03: Homem de 72 anos, com comorbidades. Estava internado na UPA Macarenko;
  • 28/03: Mulher de 75 anos, com comorbidades. Estava internada na UPA Macarenko;
  • 27/03: Homem de 80 anos, com comorbidades. Estava internado na UPA Macarenko;
  • 27/03: Mulher de 82 anos, com comorbidades. Estava internada na UPA Macarenko;
  • 27/03: Homem de 75 anos, com comorbidades. Estava internado na UPA Macarenko;
  • 28/03: Mulher de 41 anos, com comorbidades. Estava internada na UPA Macarenko;
  • 29/03: Mulher de 77 anos, com comorbidades. Estava internada na UPA Macarenko;
  • 27/03: Mulher de 72 anos, com comorbidades. Estava internada na UPA Macarenko;
  • 25/03: Homem de 33 anos, sem comorbidades. Estava internado na Casa de Saúde Campinas;
  • 19/03: Mulher de 67 anos, com comorbidades. Estava internada no Hospital Municipal de Paulínia;
  • 25/03: Homem de 62 anos, com comorbidades. Estava internado no Hospital das Clínicas da Unicamp;
  • 26/03: Mulher de 80 anos, com comorbidades. Estava internada no Hospital Municipal de Paulínia.

Contando as cinco cidades da RPT, foram confirmadas mais 41 mortes nos boletins divulgados nesta segunda-feira; apenas Nova Odessa não teve novos óbitos, se mantendo com 99. A região soma 1.686 vidas perdidas.

Em Americana, quatro novos registros foram divulgados, incluindo o comerciante Fábio Mantovani, de 43 anos, que faleceu no domingo (28). Mais conhecido como Fabinho do Espetinho, por conta do seu comércio na região do São Vito, ele estava internado desde o dia 21 de março no Hospital Unimed, em Americana.

Já em Santa Bárbara d’Oeste, oitos novos óbitos. A cidade soma 12.163 casos confirmados, com 346 óbitos. A prefeitura não divulga se a pessoa tinha ou não comorbidades. O perfil dos mais recentes:

  • mulher de 63 anos que faleceu no dia 27 de março;
  • homem 75 anos que faleceu no dia 27 de março;
  • homem de 61 anos que faleceu no dia 27 de março;
  • mulher de 72 anos que faleceu no dia 27 de março;
  • mulher de 64 anos que faleceu no dia 27 de março;
  • homem de 49 anos que faleceu no dia 28 de março;
  • homem de 57 anos que faleceu no dia 28 de março;
  • mulher de 85 anos que faleceu no dia 28 de março;

A cidade de Hortolândia chegou a 10.722 casos confirmados, dos quais 365 resultaram em morte. O balanço desta segunda traz sete novas vítimas:

  • mulher de 55 anos, com comorbidades, que estava internada na UPA Macarenko e faleceu no dia 20 de março;
  • homem de 57 anos, com comorbidades, que estava internado na Unidade Respiratória do Nova Hortolândia e faleceu no dia 26 de março;
  • homem de 52 anos, sem comorbidades, que estava internado na Unidade Respiratória do Nova Hortolândia e faleceu no dia 26 de março;
  • homem de 57 anos, qsem comorbidades, que estava internado no Hospital Municipal Márcio Covas e faleceu no dia 28 de março;
  • homem de 61 anos, com comorbidades, que estava internado na Unidade Respiratória do Nova Hortolândia e faleceu nesta segunda-feira (29);
  • mulher de 72 anos, com cormobidades, que estava internada na Unidade Respiratória do Nova Hortolândia e faleceu no dia 27 de março;
  • homem de 85 anos, com comorbidades, que estava internado na UPA do Jardim Amanda e faleceu no dia 13 de março;

Publicidade