06 de junho de 2020 Atualizado 11:07

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

COVID-19

Sumaré amplia relação de serviços essenciais

Liberação para funcionamento de novos segmentos no município segue recomendações do Ministério da Saúde

Por André Rossi

31 mar 2020 às 16:02 • Última atualização 31 mar 2020 às 21:44

A Prefeitura de Sumaré anunciou nesta terça-feira (31) que ampliou a relação de serviços considerados essenciais e que, portanto, podem funcionar durante a quarentena, vigente em todo o Estado de São Paulo para conter a disseminação do novo coronavírus (Covid-19). A normativa foi elaborada pela Vigilância Sanitária da cidade e já está em vigor.

Clique aqui e se inscreva no nosso canal do Telegram e receba as notícias no seu celular!

Com a nova determinação, são considerados essenciais: salão de beleza, manicure e pedicure; cabeleireiro e barbearia; loja e depósito de material de construção, loja de elétrico e hidráulico; óticas; oficinas mecânicas e de reparos rápidos; depósito de produtos de limpeza; pet shop (banho e tosa); loja e serviços de informática, manutenção e venda de celular; lojas de vestuário; lojas e serviços de telecomunicação; peixaria e açougue.

Podcast: Sete edições do Além da Capa para ouvir durante a quarentena

Segundo a prefeitura, todos os estabelecimentos devem manter as normas sanitárias de restrição de acesso. Por ora, não há um decreto sobre o assunto, apenas a normativa da Vigilância Sanitária.

Saiba tudo sobre o coronavírus, o que ele provoca e como se prevenir

“Os atendimentos devem ser agendados (para prestadores de serviço) e manter distância de 2 metros entre as pessoas, evitando aglomerações”, orientou o governo Luiz Dalben (Cidadania).

A quarentena teve início no Estado em 24 de março por determinação do governador João Doria (PSDB). Inicialmente, a medida é válida até 7 de abril.