24 de maio de 2022 Atualizado 12:07

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Sumaré

Quadrilha acusada de aplicar golpes bancários é detida em Sumaré

Quatro pessoas foram levadas à delegacia, mas só um ficou preso; ele afirmou que "alugou" sua conta pra receber o dinheiro do golpe

Por Paula Nacasaki

12 Maio 2022, às 12h00

Uma quadrilha foi detida nesta quarta-feira (11), em Sumaré, suspeita de aplicarem golpes bancários. Um homem acabou preso. O caso aconteceu dentro de uma agência bancária no Centro da cidade.

De acordo com informações da PM (Polícia Militar), por volta de 9h00, um homem entrou na agência, na Rua Dom Barreto, e procurou pelo gerente. Ele pediu explicações sobre o porquê da sua conta estar bloqueada.

Segundo ele, era preciso sacar R$ 49 mil de sua conta para entregar à algumas pessoas que estavam o ameaçando. Motivo pelo qual os funcionários acionaram a polícia.

Aos policiais, ele contou que tinha visto um anúncio no Facebook para pessoas interessadas em alugar contas bancárias. Ele entrou em contato e realizou ao menos cinco “negociações”, o que lhe rendeu os R$ 49 mil que desejava sacar.

Em depoimento, ele afirmou que precisava transferir esse dinheiro para uma terceira pessoa e que, fazendo isso, receberia 7,5% do valor por ter “emprestado” sua conta para a negociação. Mas como ele não conseguiu fazer a transferência via PIX, foi obrigado a ir à agência e tentar sacar o valor, uma vez que, segundo ele, algumas pessoas em um Sandero estariam fazendo ameaças contra ele.

A PM conseguiu abordar o veículo nas proximidades da agência. No carro estavam dois homens e uma mulher. Os dois indivíduos informaram que faziam parte de um esquema criminoso que aplica golpes, porém, também estavam sendo ameaçados e vieram até Sumaré para ajudar o homem a sacar os R$ 49 mil. Já a mulher relatou que desconhecia essas ações e apenas veio acompanhar o namorado, que viria buscar um celular no município.

Os cinco suspeitos foram levados ao plantão policial. A delegada conseguiu falar com a vítima que confirmou ter perdido o valor em um golpe.

Com as informações, o homem que esteve no banco de Sumaré foi autuado em flagrante por estelionato e fraude. Os outros foram liberados e seguem sendo investigados.

Publicidade