Procon alerta para o golpe da falsa cobrança telefônica

Órgão de defesa dos direitos do consumidor disse que não faz cobranças por telefone e que "suposta funcionária" das ligações não pertence à unidade


Uma mulher identificada como “Doutora Ana Paula Resende” está se passando por coordenadora do Procon (Programa de Proteção e Defesa do Consumidor) e realizando cobranças aos consumidores em Sumaré. Ela faz contato com os moradores por telefone para avisar que o a pessoa tem uma dívida com determinada empresa e que deve quitá-la imediatamente, sob pena de ter o nome negativado nos órgãos de proteção de crédito.

Foto: Prefeitura de Sumaré / Divulgação.JPG
Proncon de Sumaré fica no fica no Centro Administrativo Odette Jones Gigo, na Rua Ipiranga, 73, Centro

Em seguida, ela indica o número de uma conta bancária para que a pessoa faça depósito da quantia correspondente à dívida inventada. O Procon do município alertou que não faz contato via telefone com a finalidade de cobrança e que, além disso, seus funcionários que trabalham na fiscalização ‘in loco’ estão uniformizados e portam credenciais para orientar as pessoas. Portanto, a “suposta coordenadora” não pertence ao quadro de funcionários do órgão.

O Procon ainda pede que o consumidor ou comerciante registre um boletim de ocorrência e informe ás autoridades caso seja abordado pessoalmente ou por telefone por alguém que se diga funcionário do órgão e tente realizar alguma cobrança. Os telefones para denúncia são: (19) 3873-8856 ou 3873-8857.

*Estagiária Maíra Torres, sob supervisão de Guilherme Magnin.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora