Preso pela polícia confessa ter atirado em companheira

Vítima está internada no Hospital Estadual de Sumaré desde sábado, quando o crime foi cometido; homem tentava fugir para a capital


A PMR (Polícia Militar Rodoviária) prendeu na madrugada desta segunda-feira (20) um homem suspeito de ter atirado na companheira, em Sumaré. Ele teria confessado que disparou cinco vezes contra a mulher no sábado.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp

O homem foi encontrado na Rodovia dos Bandeirantes (SP-348), em Itupeva, às 2 horas, durante uma fiscalização da polícia. Ele estava nervoso e durante a abordagem confessou o crime, diz a PMR.

O crime aconteceu na tarde de sábado (18), no Jardim São Francisco. Segundo a SSP (Secretaria de Segurança Pública), os policiais militares foram acionados para atender uma ocorrência de disparo de arma de fogo.

Ouça o “Além da Capa”, um podcast do LIBERAL

A vítima, de 22 anos, ela foi alvejada por cinco disparos e socorrida a UPA (Unidade e Pronto Atendimento) Nações. Segundo a corporação, a vítima está internada no Hospital de Sumaré em estado grave.

O suspeito afirmou que atirou na mulher por motivos “passionais” e que estava fugindo para São Paulo. Ele recebeu voz de prisão e foi encaminhado até a DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) de Sumaré.

A delegacia se recusou a informar se ele ficou preso ou foi liberado. O LIBERAL não obteve informações atualizadas da vítima até a publicação desta reportagem.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora