24 de fevereiro de 2021 Atualizado 22:43

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Sumaré

Sumaré notifica moradores por descarte irregular em calçadas

GPA da Guarda Municipal notificou 22 moradores e multou um na região central

Por Heitor Carvalho

03 fev 2021 às 11:18 • Última atualização 03 fev 2021 às 12:42

Uma equipe do GPA (Grupo de Proteção Ambiental) da Guarda Municipal de Sumaré, ao lado de fiscais da Secretaria Municipal de Serviços Públicos, notificou 22 moradores por descarte irregular de entulho em calçadas nessa terça-feira (2). Outro morador foi autuado, pois já havia sido notificado anteriormente.

A ação aconteceu na região central da cidade. Os proprietários notificados terão um prazo de três dias para recolher o entulho sob pena de multa.

O morador que foi autuado terá que pagar o valor de R$ 500, além de ter que recolher o entulho. Caso descumpra, o valor da multa será dobrado.

Guarda Municipal flagra descarte irregular e multa moradores – Foto: Guarda Municipal de Sumaré

Para tentar frear essa prática, especialmente em pontos onde o descarte é recorrente, a prefeitura está ampliando ecopontos e tem intensificado o monitoramento em todo o município.

“Pedimos a colaboração dos moradores para que não sujem ou descartem lixo em local inadequado, inclusive em frente das residências e calçadas. Pedimos para que denunciem atos irregulares”, comentou o prefeito Luiz Dalben.

Em alguns bairros os casos são recorrentes mesmo com a manutenção e a coleta efetuadas pela Secretaria Municipal de Serviços Públicos.

A limpeza e a operação cata-treco são feitas diariamente, mas muitos moradores ainda continuam descartando irregularmente lixo e entulhos em terrenos baldios, calçadas, áreas verdes e em vias públicas.

A Prefeitura de Sumaré alerta que o cidadão que for flagrado ou denunciado será multado com base nas leis municipais e ambientais. Os valores das multas variam de acordo com a quantidade de lixo e o impacto ambiental provocado.

A ação, além de gerar prejuízo aos cofres públicos, também causa danos à saúde, pois o lixo atrai vetores que provocam doenças.

“É muito importante que os moradores exerçam a cidadania e a conscientização, evitando descartar de forma incorreta, porque além de zelarmos pelo local onde moramos, vamos preservar a saúde. Novamente pedimos a colaboração da população para que ajude o poder público a manter a cidade limpa”, disse a Comandante da GM, Simone Nery.

Os moradores devem acondicionar o lixo em sacos plásticos devidamente amarrados, com o cuidado de não exceder a capacidade de peso e volume; e entulhos devem ser descartados nas regionais.

Os cidadãos podem denunciar os casos de descarte irregular pelo 0800-773-8900 do GPA (Grupo de Proteção Ambiental), 156 da Guarda ou nos telefones das Administrações Regionais.

Publicidade