Obra pode deixar moradores de 5 bairros de Sumaré sem água

A previsão da BRK Ambiental é que o abastecimento seja totalmente regularizado na noite da própria terça-feira


Moradores do bairro Jardim Dulce, Parque Franceschini, Vila Menuzzo, Jardim São José e Vila Miranda, em Sumaré, podem ficar sem água nesta terça-feira (8) em função de obras da BRK Ambiental, concessionária responsável pelos serviços de água e esgoto na cidade.

A previsão da BRK é que o abastecimento seja totalmente regularizado na noite da própria terça-feira. Em caso de dúvidas, entre em contato com a concessionária por meio do telefone 0800 771 0001. A ligação é gratuita e o atendimento funciona 24 horas por dia.

Obra no Parque Franceschini

Será realizada a instalação de três novos registros na Avenida Rebouças e nas ruas Alzira Pires Fofano e Marcelo Pedroni, com o objetivo de setorizar a parte alta do Parque Franceschini e, com isso, será possível melhorar o abastecimento de água no bairro. A intervenção faz parte do trabalho para redução do índice de perdas que a empresa executa na cidade.

Além da instalação de registros, a concessionária tem realizado a instalação de macromedidores, de equipamentos hidráulicos que equalizam a pressão na rede de água, a substituição de redes antigas e de hidrômetros antigos, dentre outras ações.

Com o objetivo de reduzir o impacto à população, a concessionária irá realizar no mesmo dia a desativação da antiga estrutura de abastecimento de pipas, que além de antiga trazia problema de segurança para os funcionários.

Diante da situação a concessionária reforça a importância do consumo consciente por parte da população. Os bairros afetados são: Parque Franceschini, Vila Menuzzo, Jardim São José e Vila Miranda.

Obra no Jardim Dulce

A obra no Jardim Dulce será de interligação de redes na Avenida Mineko Ito e faz parte da instalação de novas redes de água para beneficiar 1.300 moradores do Jardim Manchester.

Após a obra desta terça, a concessionária irá realizar uma segunda interligação que está prevista para a segunda quinzena de outubro. Após essa segunda interligação, serão realizados testes de estanqueidade e realização da desinfecção e, na sequência a nova rede entra em operação.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora