Mulher é agredida dentro de supermercado em Sumaré

Vídeo mostra vítima enfurecida, indicando que o agressor seria proprietário do estabelecimento; supermercado lamentou o ocorrido


Vídeo:

Um caso de agressão a uma representante comercial de 38 anos foi registrado na última segunda-feira (15) no interior do Supermercado GoodBom da Avenida Rebouças, em Sumaré. De acordo com a SSP (Secretaria de Segurança Pública), a mulher foi agredida fisicamente e verbalmente. Em vídeo, a proprietária do supermercado lamentou o caso e deu outra versão para o ocorrido.

Foto: Supermercado Good Bom/Divulgação
Imagens da câmera do estabelecimento mostra parte da confusão e funcionários (de azul) indo apartar a briga

O boletim de ocorrência foi registrado na DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) de Sumaré – a reportagem tentou acesso ao documento, mas teve o pedido negado. O caso aconteceu por volta das 10h da segunda-feira.

Um vídeo que circula em redes sociais mostra a vítima enfurecida, indicando que o agressor teria sido o proprietário do estabelecimento. Em conversa com uma segurança do supermercado, a representante diz que o agressor a confundiu, pensando que ela fosse uma funcionária da loja.

Ele teria pedido para a vítima abaixar a blusa, pois ela estava “indecente”. “Eu fui no banheiro, ia passar na loja, não passei, ele pegou e deu um murro na minha cara”, diz a mulher em um trecho do vídeo.

Após ser questionada sobre a versão apresentada pela vítima, a assessoria de comunicação do GoodBom se manifestou em nota, onde “lamenta profundamente o ocorrido em uma de suas Lojas”.

“Informamos que estamos contribuindo em todas as instâncias para o esclarecimento dos fatos. A empresa possui a maioria dos seus colaboradores mulheres demonstrando o quanto respeita e valoriza a igualdade”, diz o posicionamento.

Além da nota, a empresa enviou também um vídeo da câmera de segurança do supermercado que registrou parte da confusão. Nele, um homem grisalho leva um carrinho de compras vazio até o caixa, e se vira para conversar com alguém (não é possível ter clareza de quem é a pessoa). Segundos depois, uma mulher aparece na imagem e os dois começam a trocar agressões até serem separados por funcionários e clientes.

Mais explicações

Rosana Gigo, proprietária do GoodBom e filha do homem envolvido na confusão, publicou um vídeo na página da rede de supermercados no Facebook nesta quarta-feira (17), no qual dá uma outra versão para o ocorrido.

Segundo ela, seu pai, que tem problema auditivos, estava na loja para realizar compras e considerou alto o volume do som ambiente.

Sendo assim, ele viu a mulher envolvida nas agressões, que estaria com uniforme parecido com o de funcionários do supermercado, e acabou confundindo a mesma com uma trabalhadora do local.

Neste momento, ao pedir para ela abaixar o volume, ainda segundo Rosana, a mulher “não entendeu, ficou agressiva e partiu para cima dele”, completando que ambos se agrediram conforme as imagens exibidas no vídeo das câmeras de segurança do estabelecimento.

Ela cita ainda que as informações dadas por ela no vídeo foram registradas em um boletim de ocorrência, que o GoodBom lamenta o ocorrido e que está aberto a todos os esclarecimentos sobre o caso.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora