‘Saidinha’ do Dia dos Pais faz Sumaré intensificar policiamento

Polícia Militar e Guarda Municipal reforçam patrulhamento nos bairros e nas áreas comerciais para tentar coibir possíveis crimes


O esquema de segurança nos bairros de Sumaré foi reforçado em virtude da saída temporária do Dias dos Pais, que promoverá a saída de centenas de detentos dos presídios da região para o feriado deste domingo. A “saidinha” contempla os detentos dos presídios de Hortolândia, Campinas, Piracicaba e do CR (Centro de Ressocialização) de Sumaré.

Foto: Prefeitura de Sumaré/Divulgação
Guarda Municipal começou nesta sexta-feira a intensificar o patrulhamento em diversas regiões de Sumaré

De acordo com o 48° BPM/I (Batalhão de Polícia Militar do Interior), o patrulhamento foi intensificado com “policiamento ostensivo a pé” no centro da cidade, na região comercial. Além disso, também destaca as operações realizadas nas rodovias que cortam o município.

Já o esquema da Guarda Municipal começou na manhã desta sexta-feira, com atuação nos bairros e na área comercial, com foco nos arredores das agências bancárias. O policiamento intensificado ocorre até a próxima quarta-feira, às 18 horas.

“É um período em que Sumaré e as demais cidades da região conviverão com centenas e centenas de detentos circulando livremente pelas ruas. A nossa Guarda Municipal vai intensificar o patrulhamento numa ação que tem como intuito proteger o povo sumareense”, garantiu o prefeito Luiz Dalben (PPS).

A saída temporária é um direito previsto na Constituição Federal e possui algumas regras para ser concedido aos detentos. Ele vale para os condenados em regime semiaberto, que já cumpriram 1/6 da pena se for primário, e 1/4 em caso de reincidente. O sentenciado deve apresentar boa conduta carcerária e informar um endereço fixo à Justiça.

Além disso, aqueles que tiverem direito a saída temporária não podem frequentar bares, boates ou locais de reputação duvidosa, e ficam proibidos de circular pela rua no período entre 22h e 7h. Quem descumprir as regras se torna foragido e perde automaticamente o benefício do regime semiaberto, quando capturado.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora